Logo Giro
Search
Close this search box.
giro

Rogério Lins anuncia reajuste salarial de 10% a servidores municipais de Osasco

Logo Giro
Prefeito Rogério Lins concedeu 10% de reajuste salarial (Caio Henrique/Secom Osasco)

Segundo o prefeito, os profissionais terão aumento de 14% no vale-alimentação, que passa dos atuais R$ 700 para R$ 800 para quem recebe até três salários. O reajustes são válidos a partir de 1º de maio

O prefeito de Osasco, Rogério Lins (Podemos), anunciou, na última semana, 10% de reajuste salarial, bem como o aumento no valor do vale-alimentação dos servidores públicos da cidade. Na mesa de negociação realizada entre a administração e entidades sindicais representativas, foram aprovados também um abono de 5% sobre o atual, além do reajuste do vale-alimentação em 14%, passando dos atuais R$ 700 para R$ 800, para quem recebe até três salários-mínimos, e dos R$ 585,00 para R$ 670,00 para quem recebe de três a seis salários-mínimos. Os novos valores são válidos a partir de 1º de maio.

LEIA TAMBÉM: Rogério Lins anuncia Complexo Empresarial com potencial para gerar 4 mil postos de trabalho em Osasco

Essa é a primeira vez na história de Osasco que o servidor terá um Vale-Alimentação maior que a cesta paulista de acordo com o DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), que realiza mensalmente a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos.

Além de ser uns dos maiores da região, de acordo com Lins, os ajustes vão proporcionar ganhos reais e significativos aos servidores públicos do município. “Conduzimos as negociações de maneira democrática e transparente. Conquistamos um aumento linear para todos os servidores, agora daremos continuidade às discussões com cada categoria”, garantiu o gestor.

Aumento nas demais cidades da região

Além do prefeito de Osasco, os gestores municipais de Itapevi, Igor Soares (Podemos); e de Barueri, Rubens Furlan (PSB), anunciaram o reajuste de 6% no salário dos servidores municipais. Em Itapevi, o prefeito pontuou ainda que além da proposta de reajuste, ele também enviou à Câmara outros projetos para o aumento no valor de benefícios. “Enviei à Câmara Municipal três projetos. Um concede 6% de aumento, valor acima da inflação. Outro prevê o reajuste de 18,18% no vale-transporte e o terceiro de 10% no vale-alimentação”, garantiu.

Já em Barueri, Rubens Furlan conversou com representantes da categoria e prometeu novas revisões no valor do salário dos funcionalismo público. “Com o passar dos meses, nós vamos reajustando essa defasagem dos últimos anos, que é de antes do nosso mandato. Como o próprio Assarito afirmou sempre fui um dos prefeitos que concedeu o maior reajuste aos servidores e até o final do mandato vamos corrigir isso. E agradeço ao sindicato pela ajuda”, garantiu.

Receba nossas notícias em seu e-mail