Logo Giro

Notícias

Search
Close this search box.
giro

Mercado Livre, sediado em Osasco, investirá R$ 19 bilhões no Brasil em 2023

Logo Giro
Sede do Mercado Livre, em Osasco (Divulgação / Mercado Livre)

O montante é 11,5% maior em comparação ao aporte de 2022. Setores de tecnologia, logística e publicidade, além do banco digital Mercado Pago, serão os principais beneficiados

Uma das maiores empresas de e-commerce e de serviços financeiros da América Latina, o Mercado Livre, com sede na cidade de Osasco e centros de distribuição espalhados em cidades vizinhas, anunciou na quinta-feira (16) que pretende investir R$ 19 bilhões em suas operações no Brasil em 2023 — 11,5% maior em comparação com o calendário anterior. As informações são do jornal “Valor Econômico”.

LEIA TAMBÉM: em 2022, Mercado Livre havia anunciado R$ 17 bi.

As principais áreas beneficiadas serão as de tecnologia, logística, publicidade, além do banco digital Mercado Pago. O aporte financeiro inclui a alocação em bens de capital e uma parcela de despesas operacionais associadas ao desenvolvimento das prioridades de negócios da empresa para os próximos anos. Em 2022, o País representou 54% da receita líquida total do Mercado Livre. Com isso, o Brasil é o principal mercado da companhia de e-commerce.

“Temos aqui um dos ambientes mais competitivos do mundo, o que nos motiva ainda mais a seguir nosso compromisso com o desenvolvimento sustentável e rentável da nossa operação”, afirmou Fernando Yunes, diretor do Mercado Livre no Brasil. Em 2019, pré-pandemia, o investimento do Mercado Livre no País foi de R$ 2 bilhões, apenas 10% do montante atual.

Leia também: Lucro do Mercado Livre, sediado em Osasco, cresce 480% em 2022.

40 vendas por segundo
O Mercado Livre adicionou mais de 170 mil novos vendedores na sua plataforma no acumulado de 2022. Quando o assunto é compradores, o crescimento foi de 15% no ano passado, em comparação a 2021. A companhia realizou 40 vendas por segundo em 2022, aumento de 25% no ano.

No ano passado, a empresa alcançou 15.694 funcionários diretos no Brasil, crescimento de 25,5% no ano. A quantidade de pagamento de impostos também disparou. Foram R$ 3,5 bilhões em impostos federais, estaduais e municipais em 2022, 31% a mais do que o ano anterior.

*Com informações do jornal “Valor Econômico”.

Receba nossas notícias em seu e-mail

Cookie policy
We use our own and third party cookies to allow us to understand how the site is used and to support our marketing campaigns.

Headline

Never Miss A Story

Get our Weekly recap with the latest news, articles and resources.