Logo Giro
Search
Close this search box.
giro

Em reunião com empresários, Tarcísio de Freitas reafirma estudo para capitalização na Sabesp

Logo Giro
Governador eleito Tarcísio de Freitas participou de reunião na Associação Comercial de São Paulo (Luis Rodrigues/ Giro S/A)

Freitas enfatizou que a empresa de capital misto tem perdido valor “paulatinamente”, e que modelo de capitalização utilizado na Eletrobras poderá ser adotado na Sabesp, sem gerar aumento de tarifa

O governador eleito do estado de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), garantiu durante reunião na sede da Associação Comercial de São Paulo, ocorrida na manhã desta quinta-feira, 1º de dezembro, que estuda um modelo de privatização da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo). Prestes a assumir a gestão do estado em 1º de janeiro, Freitas afirmou que a empresa perderá “paulatinamente” seu valor caso o atual modelo permaneça por muito tempo.

“Vamos discutir com muita seriedade e responsabilidade a questão Sabesp. Percebam, se nada for feito, a Sabesp ao longo do tempo vai perder valor paulatinamente. Se a gente quiser antecipar a meta de universalização do saneamento, a gente tem de jogar muito investimento para dentro, e esse investimento pode e deve vir da iniciativa privada”, destacou o governador eleito em entrevista coletiva à imprensa após conversa com empresários e presidentes de Associações Comerciais do estado de São Paulo.

Tarcísio de Freitas ainda comparou o modelo de empresa da Sabesp ao da Eletrobras, estatal que passou por processo de capitalização e concessão concluído em junho deste ano. “Muita gente durante a campanha comparou o modelo Sabesp com o modelo Cedae (Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro). O modelo Sabesp talvez seja muito mais parecido, pelas características, por ser uma empresa listada em bolsa, com o modelo Eletrobras. Você tem aí contratos de concessão, esses contratos de concessão em uma operação de capitalização podem ser prorrogados, essa prorrogação de contrato de concessão, por exemplo, com a cidade de São Paulo gera um ‘upside’, gera um valor muito grande, esse valor pode ser transposto na redução de tarifa”, afirmou.

Valor da Tarifa
Ainda sobre o valor da tarifa, o governador enfatizou que não há uma data definida para tomada da decisão, mas destacou que vai pensar no que for melhor para a população. “É a grande preocupação do consumidor, a preocupação do usuário. ‘Puxa, você vai privatizar a Sabesp, a minha tarifa vai aumentar, a minha conta de água vai aumentar?’. Não, você traz investimento, você garante abastecimento e você reduz a conta. Porque esse valor se transpõe para cá. E as prefeituras? As prefeituras entram no rateio do valor que vai ser dado em contrapartida, algo parecido com o que aconteceu, por exemplo, com a cessão onerosa”, garantiu Tarcísio.

Hoje, a Sabesp atende 375 municípios paulistas onde vivem 28,4 milhões de pessoas, incluindo as 12 cidades que compõem o consórcio de municípios *Cioeste. Ela é uma empresa de economia mista – de controle estatal, mas com ações negociadas na bolsa, que lucrou R$ 1,4 bilhão no primeiro semestre deste ano. A divisão societária, segunda dados do site da empresa acontece da seguinte forma: o governo do Estado detém 50,3% da empresa; enquanto 34,4% está na Bolsa de São Paulo e 15,3% na Bolsa de Nova York.

Reunião para agradecer
A visita do governador eleito à Associação Comercial de São Paulo faz parte de uma série de encontros a setores que apoiaram sua candidatura. “Hoje, se estou aqui como governador eleito é graças a todos o apoio que recebi. Então, quero agradecer cada um pelo apoio, pela ajuda e pela colaboração. Agora, é ouvir as proposta e trabalhar por São Paulo”, disse na abertura da reunião com os empresários.

Receba nossas notícias em seu e-mail