notícias de osasco

Notícias

Search
Close this search box.
giro

Cajamar: prefeito Danilo Joan nomeia 60 agentes da GCM para atuar no patrulhamento escolar

Posse dos novos agentes aconteceu nesta segunda-feira na Câmara Municipal (Divulgação/Secom Cajamar)

Já na Câmara Municipal, o gestor conquistou a aprovação para o projeto que garante um agente da guarda por escola, além da implantação de detector de metal na entrada das unidades

Na terça-feira (11), o prefeito de Cajamar, Danilo Joan (PSD), empossou 60 agentes para reforçar o efetivo da Guarda Civil Municipal. Os novos guardas ingressam na corporação iniciando um complexo curso de formação para, posteriormente, atuar no patrulhamento escolar, patrulha Maria da Penha, canil, entre outros atendimentos, de acordo com a necessidade do Comando da Guarda para cumprir as demandas operacionais.

LEIA TAMBÉM: Após Osasco e Vargem Grande, prefeito Danilo Joan reforça policiamento nas escolas de Cajamar

Durante o evento, que aconteceu na sede da Câmara Municipal, a Secretaria de Segurança e Defesa Social recebeu novos equipamentos, incluindo 140 pistolas de 9mm e 10 fuzis 5.56. “Estamos passando por um processo muito importante para reforçar a segurança não só dos alunos e professores, mas de toda a cidade. Desejo boas-vindas aos novos servidores que irão zelar pelo bem do nosso município. Sei que não vamos conseguir mudar o mundo, mas temos a obrigação de fazer o nosso melhor para entregar aos munícipes uma cidade melhor do que encontramos”, destacou o prefeito.

Projeto garante Programa Escola Segura
Após o registro de casos de violência dentro de escolas e creches de SP e outros estados, o prefeito Danilo Joan encaminhou à Câmara Municipal o projeto de Lei 43/2023, que estabelece a obrigatoriedade do serviço de segurança e vigilância armada para atuar no controle de acesso nas dependências de todas as unidades de ensino. O PL foi provada, durante sessão extraordinária, realizada na última sexta-feira (7), na Câmara Municipal.

Com isso, desde essa segunda-feira (10), os guardas municipais iniciaram o serviço de segurança em todas as unidades do Colégio do Futuro. Denominado como Programa Escola Segura, a nova lei tem por finalidade garantir a segurança dos alunos e profissionais da educação, mantendo um agente da guarda municipal à disposição de cada escola durante todo o período letivo.

Além da presença de segurança armado, a lei também determina que as escolas instalem detector de metal de modo a impedir o acesso de qualquer pessoa portando objeto que possa comprometer a segurança e a integridade dos alunos. A instalação dos detectores será gradativa.

Receba nossas notícias em seu e-mail

Cookie policy
We use our own and third party cookies to allow us to understand how the site is used and to support our marketing campaigns.

Headline

Never Miss A Story

Get our Weekly recap with the latest news, articles and resources.