Logo Giro
Search
Close this search box.
giro

Prefeito Rogério Lins anuncia força-tarefa para esclarecer dúvidas sobre o IPTU de Osasco

Logo Giro
Prefeito postou vídeo nas redes sociais para esclarecer dúvidas dos munícipes (Reprodução/Redes Sociais)

Em publicação, o gestor municipal lembrou que não houve aumento do tributo, mas que ocorre mudança no valor para quem alterou, para mais ou menos, o total da área construída do imóvel

O prefeito de Osasco, Rogério Lins (Podemos), publicou no começo da tarde de quinta-feira (16), um vídeo nas redes sociais para tirar dúvidas da população em relação à cobrança do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). Segundo o gestor, grande parte dos moradores do município irá pagar o mesmo valor cobrado em 2022, mas com ampliação do desconto para pagamento à vista.

“A grande maioria da nossa população vai pagar exatamente o mesmo valor dos anos anteriores, com uma única novidade, nós ampliamos o valor do desconto para pagamento à vista para 10%. Então, se por ventura, por problemas nos Correios, você ainda não recebeu o carnê, pelo site ou no atendimento você consegue a emissão e garantir o desconto no pagamento à vista”, explicou.

O gestor municipal ainda ressaltou que a cobrança só é diferenciada quando houve alteração no total da área construída para mais ou menos. “Só há mudanças para as pessoas que alteraram a área construída. Quem ampliou vai pagar um valor maior. Quem diminuiu vai pagar um valor menor”, frisou.  

Rogério Lins anunciou que a partir de segunda-feira (20), haverá atendimento específico na Sala Osasco, na sede da Prefeitura de Osasco, para tirar dúvidas. “Se você tem dúvida sobre essa ampliação, a partir de segunda-feira, nós montamos uma força-tarefa para tirar dúvidas. Nós não temos compromisso com o erro e se tiver qualquer equívoco nós vamos recalcular e você pagará o valor adequado”, garantiu.

Isenção de IPTU
O prefeito ainda lembrou que existem contribuintes que precisam recadastramento da isenção de IPTU. “Existem pessoas que não renovaram o cadastro de isenção, precisam procurar a Prefeitura, pois ainda dá tempo”, finalizou.

Receba nossas notícias em seu e-mail