Logo Giro

Notícias

Search
Close this search box.
giro

Parnaíba, que sobe 37 posições, e Barueri são destaque em ranking das melhores cidades para fazer negócios no Comércio

Logo Giro
Santana de Parnaíba é a cidade mais antiga da região, com 442 anos (Uelson Henkell/Giro S/A)

Santana de Parnaíba ocupa a 10ª posição em 2022. No ano passado, ficou no 47º lugar. Já Barueri repete o resultado do ano passado, permanecendo na 2ª colocação entre as 100 melhores

O ranking das Melhores Cidades para Fazer Negócios 2022, realizado pela consultoria Urban Systems e divulgado pela revista Exame em dezembro, analisa diversos eixos econômicos, como o do Comércio. Segundo o levantamento, o município de Santana de Parnaíba registrou a 10ª melhor colocação nacional, com nota 4,156. No estudo de 2021, a cidade ocupava o 47º lugar. Ou seja, saltou 37 posições no ranking.

Vários indicadores são analisados com o objetivo de mapear as melhores cidades para investir no setor comercial. Geração de empregos nos comércios atacadista e varejista, renda do trabalhador, crescimento dos estabelecimentos comerciais e acessibilidade à Banda Larga (internet) são alguns dos itens levados em conta no estudo.

Conforme você, leitor, tem acompanhado por meio das reportagens do GIRO, Santana de Parnaíba tem sido destaque na geração de empregos. No primeiro semestre, por exemplo, o município liderou a contratação de profissionais com ensino médio completo, uma das principais escolaridades pedidas nas vagas de trabalho. O saldo positivo no período foi de 2.344 pessoas.

Confira a matéria completa acessando o seguinte link: https://girosa.com.br/caged-parnaiba-carapicuiba-e-barueri-foram-as-que-mais-contrataram-pessoas-com-ensino-medio-no-1-semestre/

Parnaíba, que sobe 37 posições, e Barueri são destaque em ranking das melhores cidades para fazer negócios no Comércio
Barueri possui amplo potencial de consumo flutuante (Uelson Henkell/Giro S/A)

BARUERI

Barueri repete o resultado do ano passado e continua na 2ª posição em 2022, com nota 4,619. A cidade chegou a ocupar o 1º lugar em 2020.

Segundo o levantamento, Barueri registrou saldo positivo de emprego no setor comercial, apesar da pequena redução no subsetor varejista, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). O saldo positivo foi de 913 empregos no setor atacadista. Quando o assunto é demanda e consumo, a cidade registrou salto total de 7,7 mil novos empregos em diferentes segmentos econômicos, além dos 19 mil registrados em 2021.

O estudo destacou ainda que Barueri é uma cidade destino de trabalho, com 1,49 emprego formal por habitante em idade ativa. Logo, possui amplo potencial de consumo flutuante. O município também registra crescimento no número de estabelecimentos comerciais próximo a meio por cento em cada um dos subsetores comerciais.

Para o comércio online, Barueri tem destaque quanto à penetração da Banda Larga, com densidade de 41,59 pontos de conexão por habitante.

OUTRAS COLOCAÇÕES

Entre as 12 cidades da região metropolitana oeste da Grande São Paulo que fazem parte do consórcio Cioeste*, além de Barueri e Santana de Parnaíba, mais três municípios aparecem entre as 100 melhores para fazer negócios no eixo econômico Comércio, em 2022.

Cotia surge na 26ª posição com 3.990 pontos; Osasco no 79º lugar, com 3,636 pontos; e Jandira na 96ª posição, com 3,599 pontos.

ESTADO DE SP

Este ano, o Estado de São Paulo passou a concentrar 50% das melhores cidades para investir no setor do Comércio, ante 40% na pesquisa anterior, de 2021. Com isso, retoma seu protagonismo no setor comercial e consumo no Brasil, segundo a Urban Systems.

Medidas tomadas nas cidades com a pandemia da covid-19, a atuação do Governo Estadual, os indicadores de desenvolvimento do setor, o crescimento da demanda, além da disponibilidade e infraestrutura de banda larga, permitiram que os estabelecimentos se adaptassem e, em seguida, superassem a crise existente.

Destaque ainda para o fato de que o Estado de SP fez uma das maiores campanhas de vacinação contra o novo coronavírus, com foco na aceleração da vacinação da população do Estado. Isso permitiu a reabertura do setor (consumo físico) e a retomada do emprego nos demais setores. Consequentemente, houve aumento do consumo em geral.

*Araçariguama, Barueri, Cajamar, Carapicuíba, Cotia, Itapevi, Jandira, Osasco, Pirapora do Bom Jesus, Santana de Parnaíba, São Roque e Vargem Grande Paulista.

Receba nossas notícias em seu e-mail

Cookie policy
We use our own and third party cookies to allow us to understand how the site is used and to support our marketing campaigns.

Headline

Never Miss A Story

Get our Weekly recap with the latest news, articles and resources.