Logo Giro
Search
Close this search box.
giro

Finanças: confira dicas para equilibrar contas em 2024

Logo Giro
A dívida pode ser negociada pelo aplicativo do Serasa, pelo WhatsApp ou em uma das unidades do Correios (Divulgação/Freepik)

Especialista dá seis sugestões para administrar bem as finanças e sair do vermelho no novo ano, como negociar dívidas; confira mais

As festas de final de ano acabaram e o novo ano, 2024, já começa com uma lista de contas a pagar: matrículas em escolas ou faculdades, IPVA, IPTU, material escolar, imposto de renda, entre outros. Para equilibrar as finanças é preciso um bom planejamento financeiro, principalmente para aqueles que excederam nos gastos no período de festas e férias.

Sem recursos, muitos consumidores tem, infelizmente, apenas um caminho: ficarem inadimplentes.  No Brasil, essa questão já atinge 40,71% da população. Segundo levantamento divulgado em outubro, da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e Serviço de Proteção ao Crédito (SPC/Brasil), 66,56 milhões de brasileiros estão endividados ou com os nomes negativados. 

Finanças: dicas para sair do vermelho

Para sair do endividamento, limpar o nome e tirar os projetos do papel, é preciso educação financeira, dizem os especialistas. “Todos devem priorizar uma administração eficiente e sustentável de suas finanças. A ideia é que as pessoas estabeleçam um padrão de vida que esteja alinhado à sua realidade e orçamento”, afirma Daniel Oliveira, analista de Produtos de Renda Fixa do Banco Mercantil.

Segundo Oliveira, o primeiro passo para quem busca se educar financeiramente é mapear todas as fontes de receitas e despesas, como salário, aluguel, alimentação, escola, água, luz e impostos.  “O passo seguinte é fazer anotações diárias sobre todas as entradas e saídas. Além de garantir maior controle, essa prática contribui para um diagnóstico mais preciso da situação. Isso ajuda a perceber quais são os pontos fracos e fortes das finanças, reorganizar gastos e cortar despesas desnecessárias”, indica o analista.

Isso permite poupar, investir, preparar-se para imprevistos e atingir as metas pessoais e realização de sonhos, como uma viagem de férias, aquisição de um imóvel e um novo negócio. Isso inclui a aposentadoria e a independência financeira no médio e longo prazos. 

Dicas para equilibrar as finanças

Daniel Oliveira dá seis dicas para equilibrar as finanças em 2024:

1-Elimine as dívidas mais caras: após o levantamento de suas dívidas, priorize a negociação daquelas com juros mais altos e com maior potencial de se tornar uma bola de neve;

2-Negocie com credores: procure as instituições, lojas e demais credores e faça uma proposta de negociação para quitar os débitos.

3-Pesquise antes de comprar: reduza o impulso por compras desnecessárias e crie o hábito de pesquisar de forma antecipada. Isso irá permitir, além de conseguir produtos ou serviços com valor mais baixo, identificar se realmente há necessidade imediata para aquela aquisição;

4-Busque uma renda extra: realize algum serviço adicional, crie e venda produtos que possam complementar a sua capacidade financeira;

5- Planeje e mantenha hábitos saudáveis: tenha sempre o hábito de registrar todas as suas despesas, elimine o que não for necessário e viva uma realidade dentro do seu orçamento. Isso irá lhe permitir ter o controle de seus gastos e garantir que esteja preparado em situações de emergências sem que tenha que recorrer a empréstimos futuros; e

6-Use o cartão de crédito com inteligência e racionalidade: O bom uso do cartão de crédito pode ser vantajoso, especialmente quando o estabelecimento comercial não cobra juros pelo parcelamento.  Mas deve sempre estar alinhado à sua capacidade financeira.

Finanças: confira dicas para equilibrar contas em 2024
O uso do cartão de crédito deve estar sempre alinhado à capacidade financeira do consumidor (Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

LEIA MAIS: Caged de novembro: cidades geraram quase 4.5 mil vagas

Jornalismo regional de qualidade
Há mais de 16 anos, o GIRO noticia os acontecimentos mais importantes nos 12 municípios que compõem o consórcio *Cioeste. Essas cidades estão localizadas na Região Metropolitana da Grande São Paulo e possuem uma população que ultrapassa os 2,5 milhões de habitantes.    

Siga o perfil do jornal no Instagram e acompanhe outros conteúdos.

*Cioeste: Araçariguama, Barueri, Cajamar, Carapicuíba, Cotia, Itapevi, Jandira, Osasco, Pirapora do Bom Jesus, Santana de Parnaíba, São Roque e Vargem Grande Paulista.

Receba nossas notícias em seu e-mail