Logo Giro
Search
Close this search box.
giro

Região registra 16 casos de sarampo

Logo Giro

Barueri tem dez casos confirmados de moradores com sarampo. Em Osasco são seis. Para intensificar a vacinação, neste sábado, 20, algumas cidades farão o dia D de vacinação contra a doença. O público prioritário é o de 15 a 29 anos.
As 18 UBS’s de Barueri estarão abertas das 8h às 16h. Haverá ainda dois postos volantes, um em Alphaville, no Alpha Shopping, e outro em Aldeia da Serra, no condomínio Morada dos Pássaros. Ambos atenderão das 9h às 16h. Além do Dia D, as UBS’s continuarão oferecendo a vacina durante a semana.
A cidade pretende vacinar 68.297 pessoas do público prioritário.
Em Osasco, foram registrados seis casos de sarampo. Seguindo determinação da Secretaria Estadual da Saúde, o município está em campanha de vacinação contra a doença e também fará o dia D no sábado. As UBS (das 8h às 17h) e a Policlínica da Zona Sul (das 7h às 19h) participam.
Santana de Parnaíba não registrou casos de sarampo, mas participará do dia D. As UBS’s funcionarão das 8 as 17h e haverá dois postos volantes: Pão de Açúcar Alphaville (av. Marte) e Pão de Açúcar Tamboré (av. Marcos Penteado de Ulhôa Rodrigues). A campanha irá até dia 16/8.
Em todas as cidafes, as demais faixas etárias serão avaliadas mediante a apresentação da caderneta para a necessidade ou não da vacinação.
O imunobiológico aplicado é a tríplice viral, que também previne contra a caxumba e a rubéola.
Quem já recebeu duas doses da vacina não precisa ser vacinado novamente. Quem não recebeu nenhuma dose deve tomar duas, com intervalo de 30 dias. As pessoas que não comprovarem registro da vacinação prévia serão consideradas não vacinadas e devem receber duas doses.
A Vigilância em Saúde de Barueri ressalta que cada pessoa infectada pode contaminar outras 18, por isso é de extrema importância que a doença seja notificada à Secretaria de Saúde o mais rápido possível. Se o bloqueio for feito em até 72 horas, diminuem bastante as chances de contágio. O bloqueio, inclusive, já é feito na suspeita da doença, por precaução.
“Desde 2016, o Brasil foi certificado na eliminação da situação do vírus do sarampo. Por isso, a preocupação”, diz Carla Domingues, coordenadora do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde. 
Segundo Lilian Zaboto, pediatra e membro da Sociedade Brasileira de Imunologia, são duas doses da vacina: aos 12 meses e aos 15 meses. “Antigamente, a vacina não existia na rede pública. Na dúvida se tomou ou não, adolescentes e adultos devem ser vacinados”, diz a Dra. Lilian.

Linha fina: Cidades participarão do dia D no sábado, 20, com UBS’s e postos volantes
Legenda da foto: Público prioritário é de 15 a 29 anos (Foto: Karina Borges/Secom)
Além do Dia D, as UBS’s continuarão oferecendo a vacina durante a semana.
O imunobiológico aplicado é a tríplice viral, que também previne contra a caxumba e a rubéola. A cidade pretende vacinar 68.297 pessoas do público prioritário (15 a 29 anos). As demais faixas etárias serão avaliadas mediante a apresentação da caderneta para a necessidade ou não da vacinação.
Quem já recebeu duas doses da vacina não precisa ser vacinado novamente. Quem não recebeu nenhuma dose deve tomar duas, com intervalo de 30 dias. As pessoas que não comprovarem registro da vacinação prévia serão consideradas não vacinadas e devem receber duas doses.
A Vigilância em Saúde ressalta que cada pessoa infectada pode contaminar outras 18, por isso é de extrema importância que a doença seja notificada à Secretaria de Saúde o mais rápido possível. Se o bloqueio for feito em até 72 horas, diminuem bastante as chances de contágio. O bloqueio, inclusive, já é feito na suspeita da doença, por precaução.
“Desde 2016, o Brasil foi certificado na eliminação da situação do vírus do sarampo. Por isso, a preocupação”, diz Carla Domingues, coordenadora do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde. 
Segundo Lilian Zaboto, pediatra e membro da Sociedade Brasileira de Imunologia, são duas doses da vacina: aos 12 meses e aos 15 meses. “Antigamente, a vacina não existia na rede pública. Na dúvida se tomou ou não, adolescentes e adultos devem ser vacinados”, diz a Dra. Lilian.

Linha fina: Cidade participará do dia D no sábado, 20, com UBS’s e postos volantes
Legenda da foto: Público prioritário é de 15 a 29 anos (Foto: Karina Borges/Secom)

Receba nossas notícias em seu e-mail