Logo Giro
Search
Close this search box.
giro

Quaresma: confira dicas do Ipem-SP para comprar pescados

Logo Giro
O peso do alimentos deve estar bem claro na embalagem ou em etiqueta (Divulgação/Ipem-SP)

Ao adquirir peixe fresco, bacalhau, frutos do mar ou peixe de água doce, para preparar na Quaresma, fique atento para o peso líquido do produto

Você já reservou o peixe para preparar no período da Quaresma? O Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (Ipem-SP) dá orientações sobre a compra de pescados, muito consumidos neste período que antecede a Páscoa. Os produtos podem ser adquiridos por quilo, previamente embalados ou pesados no momento da compra.

Quaresma: fique atento ao peso do produto

Ao adquirir o seu pescado preferido – peixe fresco, bacalhau, frutos do mar ou peixe de água doce em geral -, o consumidor precisa estar atento para o peso líquido do produto. Em alimentos pré-embalados, o dado deve estar bem claro na embalagem ou em etiqueta. A regra vale tanto para produtos industriais como artesanais, expostos em estabelecimentos comerciais.

O peso da embalagem não pode fazer parte do peso do produto. No caso dos congelados, a camada de glaceamento, uma fina película externa de gelo que serve de proteção, não pode compor o peso do produto. Em feiras livres, o pescado precisa ser pesado na presença do consumidor, que deve ficar de olho na balança.

As balanças, também fiscalizadas pelas equipes do Ipem-SP, devem, obrigatoriamente, ser de modelo aprovado pelo Inmetro, em conformidade com a Portaria 236/94. Os aparelhos também precisam ser verificados pelo instituto anualmente, ou após qualquer reparo.

O equipamento tem que estar em local nivelado, com superfície plana, sem calços, e que suporte o peso colocado. Além disso, deve estar instalada em local iluminado e de livre acesso ao consumidor para que se possa verificar o selo de instrumento verificado do Inmetro. O uso de balanças comerciais de modelo não aprovado pelo Inmetro é proibido.

Por que se come peixe na Quaresma?

Segundo o site de notícias UOL, a Quaresma corresponde aos 40 dias antes da celebração da Paixão, Morte e Ressurreição de Cristo (no domingo de Páscoa), quando a Igreja Católica convida os fiéis a fazerem pequenos sacrifícios como preparação para a grande data da religião, a Ressurreição de Jesus Cristo, ou a Páscoa.

São dois dias do ano em que a Igreja pede que fiéis católicos se abstenham de carne: Quarta-Feira de Cinzas e Sexta-Feira Santa, justamente entre o início da Quaresma e o fim da data.

O costume de comer peixe é ligado a uma forma de praticar o jejum e a abstinência. O peixe é uma alternativa pois é considerado um alimento mais simples e humilde do que a carne vermelha, além de ser mais abundante em algumas regiões. Além disso, na tradição cristã, o peixe é associado aos milagres realizados por Jesus Cristo, como a multiplicação dos pães e dos peixes.

Quaresma: confira dicas do Ipem-SP para comprar pescados
O costume de comer peixe é ligado a uma forma de praticar o jejum e a abstinência (Divulgação/Freepik)

LEIA MAIS: Imposto de renda: entenda o que muda com a nova tabela

Jornalismo regional de qualidade
Há mais de 16 anos, o GIRO noticia os acontecimentos mais importantes nos 12 municípios que compõem o consórcio *Cioeste. Essas cidades estão localizadas na Região Metropolitana da Grande São Paulo e possuem uma população que ultrapassa os 2,5 milhões de habitantes.    

Siga o perfil do jornal no Instagram e acompanhe outros conteúdos.

*Cioeste: Araçariguama, Barueri, Cajamar, Carapicuíba, Cotia, Itapevi, Jandira, Osasco, Pirapora do Bom Jesus, Santana de Parnaíba, São Roque e Vargem Grande Paulista.

Receba nossas notícias em seu e-mail