Logo Giro
Search
Close this search box.
giro

PIB: Osasco está entre as 7 principais economias do País

Logo Giro
Atualmente, Osasco detém o 7º maior PIB do País (Evandro Pereira / @dronendr / Jornal Giro S/A)

Dados do IBGE mostram que a cidade manteve a mesma posição nos anos de 2021 e 2020. Barueri também aparece na lista

Dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o IBGE, no dia 15 de dezembro, mostram que Osasco é o 7º município com o maior ganho de participação no Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil, nos anos de 2020 e 2021. A cidade responde por 0,96% do PIB brasileiro.

Entre os 12 municípios da região metropolitana oeste da Grande São Paulo que fazem parte de um consórcio, Osasco aparece em 1º lugar. Segundo o IBGE, o PIB per capita da cidade em 2021 é de R$ 122.765,64. No ano de 2002, o município ocupava a 16ª posição na lista.

Mas o que significa PIB per capita? O PIB per capita ou PIB por pessoa é o indicador que representa o que cada pessoa do local teria do total de riquezas que são produzidas no País. O PIB é dividido pelo número de habitantes da área, indicando o que cada pessoa produziu.

PIB: outras cidades e Estado de SP

O ranking do IBGE elege 25 municípios. Além de Osasco, Barueri aparece na lista, ocupando a 17ª colocação em 2021, caindo dois pontos em comparação ano ano de 2020, quando ocupava a 15ª posição. O PIB per capita de Barueri é de R$ 58.027.667. Em 2002, a cidade aparecia em 18º lugar.

Mais sete municípios do Estado de São Paulo aparecem no ranking de 2021: São Paulo (1º lugar, com 9,20% de participação), Guarulhos (10º), Campinas (12º) São Bernardo do Campo (16º), Jundiaí (18º), Paulínia (21º) e São José dos Campos (24º colocação).

Apesar da capital paulista aparecer na 1ª posição nos dados do IBGE, ela teve queda intensa de participação no PIB nacional de 0,6 ponto percentual. Outros cidades como Brasília, Rio de Janeiro e Belo Horizonte também registraram quedas.

Entre 2020 e 2021, os cinco municípios com os maiores ganhos de participação no Produto Interno Bruto do Brasil foram Maricá (RJ), com crescimento de 0,5 ponto percentual; Saquarema (RJ), +0,3 ponto percentual; Niterói (RJ), com +0,2 ponto percentual; e São Sebastião (SP) e Campos dos Goytacazes (RJ), ambos com +0,1 ponto percentual. Na lista dos 25 municípios com maior participação no PIB, as novidades foram as entradas de Maricá (RJ) e Itajaí (SC), e as saídas de Sorocaba (SP) e Uberlândia (MG). 

Em relação ao perfil econômico dos municípios, a principal atividade em 43,2% deles (2.409 municípios) foi Administração, defesa, educação e saúde públicas e seguridade social.

“Os resultados expressam uma recuperação econômica das capitais e outras agregações com maior participação no PIB brasileiro que, por terem como atividade principal os serviços presenciais, foram fortemente afetadas pela pandemia de Covid-19. No entanto, apesar do aumento nominal desse grupo de municípios em 2021, a participação deles no PIB ainda está aquém do patamar de 2019”, explica Luiz Antonio de Sá, analista de Contas Regionais do IBGE.

PIB: Osasco está entre as 7 principais economias do País
Barueri aparece na lista de 25 municípios ocupando a 17ª colocação no ano de 2021, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o IBGE (Uelson Henkell/Giro S/A)

LEIA MAIS: Osasco: farmácia do Carrefour vendeu teste de glicemia com agulha usada

Jornalismo regional de qualidade
Há mais de 16 anos, o GIRO noticia os acontecimentos mais importantes nos 12 municípios que compõem o consórcio *Cioeste. Essas cidades estão localizadas na Região Metropolitana da Grande São Paulo e possuem uma população que ultrapassa os 2,5 milhões de habitantes.    

Siga o perfil do jornal no Instagram e acompanhe outros conteúdos.

*Cioeste: Araçariguama, Barueri, Cajamar, Carapicuíba, Cotia, Itapevi, Jandira, Osasco, Pirapora do Bom Jesus, Santana de Parnaíba, São Roque e Vargem Grande Paulista.

Receba nossas notícias em seu e-mail