Audax depende de vitória para avançar à Série A2

. Para o Osasco Audax, de vermelho, só a vitória interessa - Foto: Audax

No último domingo, 7, o Osasco Audax segurou o imbatível e líder do Paulistão A3, o Velo Clube, empatando em casa em 0 a 0. Agora a equipe do técnico Roberto Cavalinho precisa vencer em Rio Claro, neste sábado, 13, às 19h, para ir à semifinal da competição.

O artilheiro do time na temporada com oito gols e mesmo número de assistências, o meio-campista Matheus Marcondele, comenta a primeira partida. "Foi um pouco do que esperávamos, mas eu particularmente gostei do desempenho da equipe, conseguimos trabalhar a bola, criamos algumas chances", avalia Marcondele.

O técnico do Velo Clube, Karmino Colombini, exalta os feitos ao longo do campeonato para vencer o Osasco Audax. "Nós estamos trabalhando sério e sabemos que será mais difícil daqui para a frente. Este feito tem a ver com a disposição dos atletas, da diretoria e dos funcionários do clube. É uma entrega total ao nosso trabalho", diz Colombini.

O Velo Clube joga por um empate, já que tem a vantagem de jogar por dois resultados iguais devido a melhor campanha ao longo do Campeonato. Para o time do Osasco Audax, apenas a vitória interessa. "Agora vamos ficar espertos com o time deles (Velo) que é perigoso.Com o empate na última partida, em casa será difícil, mas vamos tentar a vitória lá", afirma Marcondele.

Veja também: