Logo Giro
Search
Close this search box.
giro

Cidades arrecadam menos ISSQN de pedágios

Logo Giro
ISS. Imposto começou a incidir sobre tarifas de pedágio em 2000 – Foto: Divulgação

Seis cidades da região levantadas tiveram queda de arrecadação de ISSQN, o imposto sobre serviços vindo de pedágio das estradas em 2018 quando comparado a 2017. Barueri foi o município que mais recebeu repasse no ano passado: R$ 9.623.244,35, seguido por Osasco, com R$ 9.132.164,07.

Em relação aos valores de 2017 (confira tabela) as reduções de 2018 variaram de – 2,04% a -,075%. De acordo com Vladimir Fernandes Maciel, professor de economia e coordenador do Centro Mackenzie de Liberdade Econômica, as quedas se devem, principalmente, à paralisação dos caminhoneiros, em maio. “Essa greve afetou viagens de caminhões e a economia teve baixo crescimento”, observa. Maciel ainda lembra que o repasse é feito pela extensão das rodovias sob concessão que passam pelas cidades, o que favorece Osasco e Barueri.

De acordo com a agência de transportes Artesp, as administrações podem empenhar os recursos em qualquer segmento que julgarem prioritário.

Receba nossas notícias em seu e-mail