Logo Giro
Search
Close this search box.
giro

​Trens das Linhas 8 e 9 voltam a registrar falhas na manhã desta segunda-feira (28)

Logo Giro
Estação Osasco lotada na manhã desta segunda-feira, 28 de março (Divulgação/Reprodução-Redes Sociais) 

As Linhas 8-Diamante e 9-Esmeralda, da Via Mobilidade, registraram novas falhas em suas operações e afetou a ida ao trabalho de muitos usuários. O caso ocorreu na manhã desta segunda-feira (28), entre as estações Osasco, Presidente Altino e Imperatriz Leopoldina.

Imagens recebidas pela reportagem do Giro S/A mostram as estações e trens lotados. Segundo o programa “Bom dia Brasil”, da Rede Globo, em virtude da lentidão nos dois trajetos, alguns usuários desceram na via e atravessaram os trilhos.

De acordo com a empresa, na Linha 8, as imprecisões ocorreram devido a erros na alimentação entre as estações Imperatriz Leopoldina e Presidente Altino. Desde às 4h, a rota operou com velocidade reduzida e maior tempo de parada nas estações, com trens circulando por via única entre os dois pontos.

Já na Linha 9, segundo o portal de notícias “ViaTrolebus”, não estava operando entre as estações Osasco e Presidente Altino. Técnicos atuaram para a normalização da situação e as rotas voltaram a circular novamente por volta das 9h.

Confira a nota divulgada pela ViaMobilidade, à imprensa.

A ViaMobilidade informa que devido à falha no sistema de alimentação elétricaentre as Estações Imperatriz Leopoldina e Presidente Altino, desde às 4h a Linha 8-Diamante opera com velocidade reduzida e maior tempo de parada nas estações, com trens circulando por via únicaentre as duas estações acima. Na Linha 9-Esmeralda os trens circulam entre as estações Grajaú e Presidente Altino. Clientes com destino à estação Osasco é necessário utilizar a Linha 8 -Diamante. Técnicos estão atuando para normalizar a situação.

Investigações
No último dia 16 de março, em reunião realizada com representantes da Secretaria dos Transportes Metropolitanos (STM), a ViaMobilidade foi notificada sobre a instauração de processos administrativos sancionadores, em razão de descumprimentos de procedimentos operacionais e da interrupção da prestação do serviço, com prazo de 15 dias para manifestação e apresentação de defesa.

Após a finalização dos processos administrativos, a Pasta poderá aplicar as sanções cabíveis, que poderão chegar ao valor de R$ 4.3 milhões. No encontro, a concessionária também apresentou as ações urgentes e imediatas que serão adotadas para mitigar as falhas operacionais ocorridas nas últimas semanas.

A STM é responsável pelo monitoramento e acompanhamento de todas as concessões feitas pela pasta. Os trabalhos são feitos pela Comissão de Monitoramento das Concessões e Permissões (CMCP), que exige a qualidade nos serviços prestados de acordo com os contratos vigentes.

O contrato de concessão da ViaMobilidade, responsável pela operação e manutenção das Linhas 8-Diamante e 9-Esmeralda de trens metropolitanos possui uma série de obrigações e deveres para garantir o desempenho e, quando não cumpridos, preveem a aplicação de penalidades.

Receba nossas notícias em seu e-mail