Logo Giro
Search
Close this search box.
giro

Piscinas com prainha, spa e piso atérmico vieram para ficar

Logo Giro
piscinas_especial
Integração traz harmonia ao design da área de lazer (Divulgação/Arquivo Pessoal)

“Piscinas adulto e infantil, e spa, formam um só bloco, com acesso por uma escada integrada ao projeto”, diz a arquiteta Flavia Saldon Warissaya

Sabe quando você senta na borda de piscinas apenas para molhar os pés, mas logo precisa levantar porque o chão está muito quente? Com os pisos atérmicos, isso não acontece. “Tendência na construção de decks, esse tipo de revestimento não esquenta, tornando mais confortável na hora de entrar e sair da piscina”, explica a arquiteta Flavia Saldon Warissaya, moradora de Barueri.

O piso atérmico é feito à base de cimento e composição diferenciada, tornando-o mais resistente a altas temperaturas e, consequentemente, não esquentando mesmo em calor intenso.

Piscinas: prainha e spa

As piscinas com prainha têm se tornado cada vez mais comuns em projetos arquitetônicos. “As piscinas adulto e infantil, e o spa, formam um só bloco, com acesso por uma escada integrada ao projeto”, explica a arquiteta.

A ideia consiste na sua divisão em dois níveis: um mais profundo, voltado para os adultos, e outro mais raso, direcionado à segurança e diversão das crianças. “Além disso, um spa pode ser integrado à piscina”, explica a arquiteta.

A escada já faz parte do projeto, tornando o acesso mais fácil e seguro. Além disso, o aspecto estético é valorizado já que acompanha o estilo da piscina. A escada é construída juntamente com a piscina e, em geral, fica submersa.

Em piscinas antigas ou de menor porte, que tornam inviável a construção de uma escada de alvenaria com revestimento, até mesmo por questão de estrutura, o indicado é a instalação de uma escada modelo Confort. Fabricadas em inox, essas escadas possuem degraus duplos e patamares, sendo ideal para idosos, gestantes e pessoas obesas. O número de degraus pode variar, dependendo da profundidade da piscina.

Piscinas com prainha, spa e piso atérmico vieram para ficar
Escadas integram-se harmonicamente à piscina, além de facilitar acesso (Divulgação/Arquivo Pessoal)

Revestimentos em piscinas

A tendência é utilizar revestimentos de maior dimensão em piscinas, com destaque para porcelanatos e pedras naturais. “Além de possuir baixa absorção de água, o porcelanato não é suscetível a manchas e facilita a manutenção da piscina”, ressalta Flavia.

E lembra daquelas pastilhas menores, que medem 2×2 cm? Esse tipo de revestimento está em desuso faz um bom tempo em piscinas. “Os projetos estão especificando produtos que medem 7×7 cm, 10×10 cm ou 15×15 cm”, acrescenta a arquiteta.

Detalhes de um projeto

Em um de seus projetos, a arquiteta Flavia Saldon Warissaya precisou reduzir a piscina para ganhar espaço de deck próximo à área de churrasqueira. “O proprietário da residência optou por não trocar o revestimento de pastilhas. Inclusive, sobras de pastilhas da obra inicial da piscina foram utilizadas na construção de um bar molhado”, contou a profissional, que aproveitou para realizar um novo rejuntamento em toda a piscina.

Confira as fotos abaixo desse projeto:

Fotos: Divulgação/Arquivo Pessoal

Tipos de piscinas

A arquiteta Flavia Saldon Warissaya ressalta que, antes de construir uma piscina, é preciso realizar uma boa impermeabilização, para não ocorrer infiltrações ou outros problemas futuramente. Conheça, agora, os tipos de piscinas:

Piscina de vinil – é feita de alvenaria ou concreto e recebe revestimento em vinil. A durabilidade é de, aproximadamente, dez anos. Esse modelo é suscetível a furar com a queda de objetos pontiagudos, exigindo a troca da película.

Piscina de alvenaria – com a utilização de um bom revestimento, como o porcelanato, que absorve pouca água, e rejunte e argamassa próprios para piscina, possui durabilidade de 15 a 20 anos. Exige, basicamente, manutenção em rejunte.

Piscina de fibra – modelo padrão, sem personalização. Possui elevada durabilidade. Difícil ocorrerem vazamentos já que esse tipo de modelo consiste em um bloco único. Porém, com o passar do tempo e o efeito do Sol e do cloro, podem surgir manchas. Além disso, risca com facilidade.

Piscina de areia – feita a partir de areia compactada, aplicada diretamente na estrutura, sem necessidade de juntas ou emendas (revestimento monolítico). Produzida a partir da mistura de pedras moídas de quartzo e mármore com resina industrial de alta performance, possui resistências química, mecânica e à radiação UV. O custo de construção não difere muito do valor de uma tradicional, exigindo mão-de-obra mais especializada. Com paisagismo diferenciado, a área de lazer ganha o clima de uma verdadeira praia ou até de um oásis.

Piscinas com prainha, spa e piso atérmico vieram para ficar
Escada Confort: degraus duplos e patamares facilitam o acesso às piscinas (Divulgação/Arquivo Pessoal)

Jornalismo regional de qualidade
Há mais de 15 anos, o GIRO noticia os acontecimentos mais importantes nos 12 municípios que compõem o consórcio *Cioeste. Essas cidades estão localizadas na Região Metropolitana da Grande São Paulo e possuem uma população que ultrapassa os 2,5 milhões de habitantes.    

Siga o perfil do jornal no Instagram e acompanhe outros conteúdos.

*Cioeste: Araçariguama, Barueri, Cajamar, Carapicuíba, Cotia, Itapevi, Jandira, Osasco, Pirapora do Bom Jesus, Santana de Parnaíba, São Roque e Vargem Grande Paulista.

Receba nossas notícias em seu e-mail