Logo Giro
Search
Close this search box.
giro

DENGUE: Estado de SP registra 23 óbitos, um no grupo de Osasco

Logo Giro
Agentes têm realizado visitas a residência para verificar possíveis criadouros de dengue (Divulgação/Secom Osasco)

A vítima mais recente, do sexo feminino, foi no município de Embu-Guaçu, segundo o Painel de Monitoramento da Dengue do Governo de SP

O número de mortes por dengue aumentaram no Estado de São Paulo. Segundo o Painel de Monitoramento da Dengue, do Governo de SP, foram registrados 23 óbitos de 1º de janeiro a 29 de fevereiro de 2024. No Grupo de Vigilância Epidemiológica (VGE) de Osasco, que reúne vários municípios da Região Metropolitana Oeste da Grande SP, ocorreu uma morte, em Embu-Guaçu.

+SIGA os canais de notícias do Giro no WhatsappTelegram e Linkedin.

A região do Vale do Paraíba foi a que mais teve óbitos causados pela doença. As cidades de Pindamonhangaba e Taubaté registraram duas perdas cada. Tremembé teve uma.

O Painel é uma iniciativa do Centro de Operações de Emergências (COE), órgão pertencente ao Governo do Estado de São Paulo. Atualizada diariamente com dados municipais, essa ferramenta disponibiliza as principais informações sobre a doença. Os dados poderão ser filtrados por data, município e Grupo de Vigilância Epidemiológica (GVE). Basta acessar https://dengue.saude.sp.gov.br/dengue/

Dengue: última vítima tinha mais de 80 anos

A data de óbito mais recente foi no município de Embu-Guaçu, registrado no dia 22 de fevereiro. A vítima era do sexo feminino e tinha idade acima dos 80 anos. Dos 23 óbitos no Estado de São Paulo, a maioria foi de mulheres na faixa etária acima de 80 anos, considerando-se que uma não foi estipulada a faixa de idade.

Já entre as vítimas do sexo masculino, a maioria das mortes deu-se nas faixas etárias de 65.79 anos e cima de 80 anos, com três registros cada.

DENGUE: Estado de SP registra 23 óbitos, um no grupo de Osasco
Agentes de municípios da região metropolitana oeste fiscalizam residências (Divulgação/Reprodução/Site de Santana de Parnaíba)

Casos na região

Em 12 cidades específicas da Região Metropolitana Oeste, não ocorreram óbitos. O número de casos confirmados de dengue chega a 2.147. Em uma semana, ou seja, no dia 22 de fevereiro, eram 1.716 casos confirmados, um aumento de 194.

A maioria concentra-se na cidade de Osasco, com 1.060. Em seguida vem Cotia, com 601, e Cajamar, registrando 183 casos confirmados, de acordo com o Painel de Monitoramento da Dengue.

+SIGA os canais de notícias do Giro no WhatsappTelegram e Linkedin.

Confira outros municípios:

  • Santana de Parnaíba – 101
  • Barueri – 57
  • Carapicuíba – 50
  • Araçariguama – 45
  • Vargem Grande Paulista – 19
  • Itapevi -13
  • Jandira – 5
  • São Roque – 9
  • Pirapora do Bom Jesus – 4
DENGUE: Estado de SP registra 23 óbitos, um no grupo de Osasco
A doença é transmitida pelo  mosquito Aedes Aegypti (Divulgação / Governo de São Paulo)

Recomendações para acabar com criadouros do Aedes aegypti

• Eliminar pratos de plantas ou utilizar um prato justo ao vaso, que não permita acúmulo de água;

• Descartar pneus usados em postos de coleta da Prefeitura;

• Retirar objetos que acumulem água de quintais, como potes e garrafas;

• Verificar possíveis vazamentos em qualquer fonte de água;

• Tampar ralos;

• Manter o vaso sanitário sempre fechado;

• Identificar sinais de umidade em calhas e lajes; e

• Verificar a presença de organismos vivos em águas de piscinas ou fontes ornamentais.

Sintomas da doença

Fique atento aos sintomas e procure um médico em caso de suspeita da doença:

  • Febre alta;
  • Dor atrás dos olhos;
  • Dor no corpo;
  • Manchas avermelhadas na pele;
  • Coceira;
  • Náuseas; e
  • Dores musculares e articulares.

LEIA MAIS: Governo de SP lança “Dengue 100 Dúvidas” para informar sobre a doença

Jornalismo regional de qualidade
Há mais de 16 anos, o GIRO noticia os acontecimentos mais importantes nos 12 municípios que compõem o consórcio *Cioeste. Essas cidades estão localizadas na Região Oeste Metropolitana de São Paulo e possuem uma população que ultrapassa os 2,5 milhões de habitantes.    

Siga o perfil do jornal no Instagram e acompanhe outros conteúdos.

*Cioeste: Araçariguama, Barueri, Cajamar, Carapicuíba, Cotia, Itapevi, Jandira, Osasco, Pirapora do Bom Jesus, Santana de Parnaíba, São Roque e Vargem Grande Paulista.

Receba nossas notícias em seu e-mail