Logo Giro
Search
Close this search box.
giro

Com 35 anos, ETE Barueri ainda é a maior estação de tratamento de esgoto da América do Sul

Logo Giro
Estação de tratamento de esgoto faz 35 anos de existência (Divulgação/Sabesp)

Inaugurada em 1988, estação de tratamento atende as cidades de São Paulo, Jandira, Itapevi, Barueri, Carapicuíba, Osasco, Santana de Parnaíba e partes de  Cotia, entre outras

Considerada a maior estação de tratamento de esgoto da América do Sul, a ETE Barueri, completa 35 anos de funcionamento. Operada pela Sabesp, a unidade tem uma área de 860 mil m² (que equivale a 80 campos de  futebol).

A unidade trata o esgoto coletado dos municípios de São Paulo, Jandira, Itapevi, Barueri, Carapicuíba, Osasco, Taboão da Serra, Santana de Parnaíba e partes de  Cotia, além de Embu das Artes e Itapecerica da Serra.

A Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Barueri é responsável por quase 60% do esgoto tratado na Região Metropolitana de São Paulo.

A ETE Barueri tem capacidade instalada de tratamento de 16 mil litros de esgoto por segundo e média de vazão tratada em 2022 superior a 14 mil litros por segundo, que segue crescendo. Com eficiência de remoção de carga poluidora superior a 300 toneladas por dia, a estação contribui com a despoluição do rio Tietê.

História da ETE Barueri

A ETE Barueri iniciou a operação em 1988, com capacidade de tratar 7 mil litros por segundo. Em 1998, foi ampliada para 9,5 mil litros por segundo na primeira etapa do Projeto Tietê e, na terceira etapa, passou por duas ampliações. A unidade saltou para 12 mil litros por segundo em 2017 e para 16 mil litros em 2018, alcançando capacidade suficiente para atender 7,7 milhões de pessoas.

Receba nossas notícias em seu e-mail