Logo Giro
Search
Close this search box.
giro

Justiça: ex-jogador Cafu recebe ordem de despejo de mansão em Alphaville

Casa do ex-jogador pode ser arrombada com uso de força policial em caso de resistência ao cumprimento da medida (Divulgação / Reprodução/ Instagram/ Youtube)

Imóvel de 526 metros quadrados localizado em Barueri foi colocado como garantia do pagamento por empréstimo de R$ 1 milhão feito em outubro de 2017. Ex-atleta ainda pode recorrer da decisão judicial

Em reportagem publicada nesta segunda-feira (12), no portal “UOL”, o jornalista Rogério Gentile, noticiou que a Justiça de São Paulo mandou despejar o ex-jogador e pentacampeão mundial, Cafu, de sua residência, localizada no bairro Alphaville, em Barueri. A situação está relacionada a uma dívida de R$1 milhão, de outubro de 2017, com dois empresários que afirmam ter emprestado dinheiro e que não tiveram o acordo de pagamento cumprido.

Na época, o ex-atleta se comprometeu a restituir o valor em três meses, pagando uma soma de R$ 160 mil a mais, a título de juros, e deu como garantia a casa em Alphaville. No entanto, Cafu não conseguiu cumprir o acordo. “Os autores [do processo] somente pretendem receber o que lhes é devido de forma justa”, afirmaram os empresários à Justiça.

Por outro lado, mesmo confirmando o empréstimo, Cafu argumentou no processo que a taxa de juros cobrada é equivalente a 16% do crédito tomado, “em apenas três meses”. “Maliciosamente, tentam se enriquecer de forma ilegal, lesando de forma intencional o requerido, cobrando juros que pela lei pátria são proibidos, inclusive sua prática são consideradas crimes”, alegou a defesa. 

No entanto, a Justiça não aceitou a argumentação e o juiz Raul de Aguiar Ribeiro Filho determinou a desocupação compulsória do imóvel. Em caso de resistência ao cumprimento da medida, a casa pode ser arrombada com uso de força policial. Cafu ainda pode recorrer da decisão judicial.

Receba nossas notícias em seu e-mail