Logo Giro
Search
Close this search box.
giro

Informalidade pode ser uma feliz opção

Logo Giro

Na novela A Dona do Pedaço, da rede Globo, Maria da Paz começa a trabalhar por conta própria, história que não existe apenas nos folhetins. Na busca por uma nova ocupação, o brasileiro tem ‘se virado nos trinta’ e aumentado o mercado informal.

Segundo a Pesquisa Nacional por Amostras de Domicílios (Pnad), realizada pelo IBGE, de julho a setembro de 2019, a categoria dos trabalhadores por conta própria chegou a 24,4 milhões de pessoas, recorde na série histórica, crescendo 1,2% (mais 293 mil pessoas) frente ao trimestre anterior.

O percentual da população ocupada do país trabalhando por conta própria era de 26,0%. Em São Paulo, o percentual de pessoas na mesma categoria, também no 3º trimestre de 2019, foi de 22,4% em 2019. Em 2018, registrou-se no mesmo período 21,4%.

Os maiores percentuais foram registrados no Amapá (36,7%), Pará (35,7%) e Amazonas (33,3%). Já os menores foram no Distrito Federal (20,7%), Mato Grosso do Sul (21,2%) e Santa Catarina (21,7%).

Mas engana-se que há apenas insatisfação no mercado informal. Para a hoje confeiteira Mayra Cristina de Aguiar, trabalhar por conta própria foi a melhor solução. “Faço o que gosto e tenho disponibilidade de horário, ótimo para quem é mãe”, afirma Mayra.

Os ambulantes fazem parte da categoria por conta própria. Em Cotia, foram feitos mais de 300 pedidos desde 2016. Está em andamento um PL que normatize o serviço de ambulante. Outras cidades não informaram.

Receba nossas notícias em seu e-mail