Logo Giro
Search
Close this search box.
giro

Emidio anuncia pré-candidatura prefeito de Osasco

Logo Giro

O deputado estadual, Emidio de Souza (PT), anunciou, oficialmente nesta quarta-feira, que será o pré-candidato do partido na eleição para prefeito deste ano. O anúncio ocorreu durante coletiva, nesta quarta-feira, 4, na Câmara de Osasco. “Aceitei esse desafio e acho importante anunciar para a população, que se meu nome passar na convenção partidária, serei o candidato ao partido. Acredito que este é o momento da cidade conhecer todos os nomes que vão compor essa disputa”, explica.

 

Emidio que foi prefeito de Osasco por dois mandatos – 2005/2008 e 2009 a 2012 – acredita que o partido segue forte na disputa e que acredita que o trabalho realizado nas duas gestões serve o anima para ingressar na disputa. “Tivemos grandes acertos nas políticas públicas desenvolvidas na cidade. Foram grandes obras de infraestrutura, como canalização de córregos, investimentos em habitação e abertura de grandes avenidas, entre elas: Hilário Pereira de Souza, João Goulart e Panorâmica”, disse enfatizando que não ficará apenas defendendo legado. “Quero ser candidato para mostrar o que ainda pode ser feito com base nas experiências que tivemos e sempre de forma democrática e participativa”, defende.

Questionado sobre a escolha do pré-candidato a vice-prefeito, o deputado garante que as conversas ainda estão em andamento. “Ainda estamos conversando com as lideranças, mas precisa ser alguém com um perfil diferente do meu”, disse sem revelar nomes ou preferências. “Nossa candidatura é de centro-esquerda, então, provavelmente, o nosso vice pode ser alguém de outro segmento, como foi o Dr. Cury na eleição passada. Ele foi uma espécie de segurança para setores da cidade que tinham receio de mudanças com a nossa gestão”, esclarece.

Rejeição ao PT

Para o deputado a rejeição ao partido diminuiu. Ele acredita que os bons resultados obtidos por Fernando Haddad (PT) na disputa pela presidência da República, na eleição de 2018, podem se repetir em Osasco. “Em Osasco, além da rejeição ao partido, tivemos a questão do ex-prefeito Jorge Lapas ter deixado o partido às vésperas da eleição e ter levado nomes que disputariam para vereador prejudicou a legenda e fez com que não conseguíssemos eleger nomes na Câmara. Mas, acredito que o Valmir, que foi nosso candidato na época cumpriu bravamente missão. Além disso, acredito que o trabalho feito em Osasco, o legado deixado pelo PT, pode sim contribuir para conseguirmos adesão ao nosso projeto de desenvolvimento na cidade”, completa.

Receba nossas notícias em seu e-mail

Cookie policy
We use our own and third party cookies to allow us to understand how the site is used and to support our marketing campaigns.

Headline

Never Miss A Story

Get our Weekly recap with the latest news, articles and resources.