Logo Giro
Search
Close this search box.
giro

Em Barueri, governador de SP inicia obras de ampliação das marginais da Castello Branco

Logo Giro
Ao lado de lideranças da região, governador assina autorização para inicio de obras na Castello (Divulgação/Governo do Estado de SP)

O governador Rodrigo Garcia (PSDB), esteve em Barueri na manhã desta terça-feira (24), para dar início a um conjunto de obras na rodovia Castello Branco. O objetivo é dar mais fluidez e segurança ao trânsito nos municípios que compõem a região Oeste da Grande São Paulo. O anúncio foi acompanhado pelo prefeito de Barueri, Rubens Furlan (PSDB), pela deputada federal, Bruna Furlan (PSDB), entre outros prefeitos e lideranças da região.

As intervenções incluem a construção de vias marginais do Km22+500 ao km 27, em ambos os sentidos (capital e interior), uma faixa adicional do km 27 ao km 31+650 na pista no sentido interior, além da remodelação dos trevos de acesso a Alphaville e Barueri. O investimento viabilizado pelo Governo de São Paulo, por meio do Programa de Concessão Rodoviárias sob gestão da Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo), chega a R$ 815,3 milhões e vai gerar 21,1 mil novos postos de trabalho.

“O que estamos fazendo hoje em Barueri é planejar o futuro da cidade e da região. Passo pela Castello Branco todas as semanas e tenho clareza que o eixo de desenvolvimento do nosso estado passa por aqui. O eixo da Castello é o principal eixo de crescimento de São Paulo e, se não fizermos intervenções agora, daqui a algum tempo não vamos mais ver investimentos acontecendo”, disse o governador.

O prefeito Rubens Furlan comemorou o início da obra. Ao Giro S/A, Furlan revelou que o governador está resolvendo um grande problema que poderia afetar o desenvolvimento das cidades da região. “O governador Rodrigo Garcia está antecipando a solução de um problema de mobilidade que poderia prejudicar o desenvolvimento de Barueri e outras cidades da região em um prazo de três ou quatro anos. Essa obra foi muito desejada e traz para a nossa região a certeza de que vamos continuar crescendo, gerando empregos de forma sustentável”, explicou.

Intervenções em etapas
Ao Giro S/A, engenheiro da concessionária CCR ViaOeste, Rafael Rossatto, afirmou que as obras serão executadas em etapas, justamente, para ocasionar o menor impacto na vida da população. “Todo o cronograma das obras será amplamente divulgado para minimizar os impactos na vida dos usuários. Sabendo com antecedência das intervenções o usuário poderá se programar melhor para realizar suas viagens”, disse.

As novas vias marginais vão eliminar os conflitos viários hoje existentes, reduzindo os pontos de entrelaçamento de tráfego, além de proporcionarem maior fluidez e ampliarem a segurança dos usuários que circulam pela região. Estão previstos ainda no trecho novos elementos de segurança e a construção de duas novas pontes, paralelas à ponte Guilherme de Almeida.

O prazo previsto para a conclusão das obras é de 35 meses e os serviços serão executados pela concessionária CCR ViaOeste, sob supervisão da Artesp. “As obras vão separar e organizar os diferentes tipos de tráfego na Castello Branco, especialmente em Barueri, para reduzir o tempo dos deslocamentos e garantir melhores condições de segurança na região”, afirmou o diretor-geral da Artesp, Milton Persoli.

Receba nossas notícias em seu e-mail