Logo Giro
Search
Close this search box.
giro

Covid-19: Deputado pede que Estado destine 5% de doação da Alesp para universidades

Logo Giro
Deputado Marmo Cezar defendeu o investimento nos pesquisadores (Foto: Alesp)

Com o objetivo de estimular a produção de respiradores mais baratos e incentivar o trabalho de estudiosos do Estado que realizam pesquisas, o deputado estadual, Marmo Cezar (PSDB), solicitou ao Governo de São Paulo destinação de parte dos recursos doados pela Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo para pesquisas nas universidades públicas.

Na indicação, o parlamentar pede ao governador João Doria (PSDB) que faça o repasse de 5% dos valores que serão destinados ao combate ao coronavírus pela Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, para custear projetos de centros tecnológicos vinculados às universidades públicas do Estado. “A reserva deste montante para pesquisa e projetos, cerca de R$2 milhões por mês, é fundamental para auxiliar o importante trabalho realizado por professores, pesquisadores e engenheiros que trabalham na criação de alternativa viável e mais barata para suprir a demanda do equipamento hospitalar durante a pandemia do coronavírus. Assim, a rede pública poderá comprar aparelhos em larga escala e contribuir sobremaneira no atendimento aos pacientes que precisam de respirador durante o tratamento médico”, explicou o deputado.

Na indicação, Cezar destacou pesquisas recentes que mostram a evolução dos estudos na Universidade de São Paulo- USP. O parlamentar ressaltou que um ventilador pulmonar emergencial feito por engenheiros da Escola Politécnica foi aprovado em testes com humanos e pode ser feito em 2 horas, com custo 15 vezes menor que os oferecidos no mercado. De acordo com técnicos da USP, o custo estimado de cada aparelho será de R$1 mil, enquanto o ventilador mais barato no mercado custa em média R$15 mil.

Na semana passada, os deputados aprovaram o Projeto de Resolução 13/2020 que fará a devolução de recursos ao governo do Estado. No total serão R$ 320 milhões obtidos com a redução em 30% dos subsídios dos parlamentares; corte de até 20% dos salários dos funcionários comissionados; corte de 40% das verbas de gabinete; doação de 80% do Fundo Especial de Despesas da Casa; e suspensão dos pagamentos de Licença Prêmio em dinheiro.

Receba nossas notícias em seu e-mail