Estado: obras nas marginais da Castello Branco começam em maio, garante governador Rodrigo Garcia

Intervenções para ampliar a fluidez vão acontecer entre os quilômetros 23 e 32 da rodovia e contemplam as cidades de Barueri, Jandira e Itapevi
Governador Rodrigo Garcia diz que anúncio será feito durante evento Governo na Área (Divulgação/Governo do Estado de São Paulo)

O governador do estado de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), garantiu em entrevista ao Giro S/A no sábado (7), durante evento em Carapicuíba, que as obras de ampliação das marginais da rodovia Castello Branco devem ser iniciadas ainda no mês de maio. Segundo o gestor estadual, as intervenções que acontecerão entre os quilômetros 23 e 32, trechos que contemplam os municípios de Barueri, Jandira e Itapevi reforçam a parceria do estado com as cidades que compõem a região oeste da Grande São Paulo.

O anúncio da obra acontecerá durante o evento Governo na Área, que foi implantado após Rodrigo Garcia assumir o posto de governado do estado. "A expectativa é que ainda neste mês de maio a gente retorne a região para fazer o anúncio. Ele deve acontecer durante o evento Governo na Área onde vamos trazer todo o meu secretariado para a região. Desta forma vamos mostrar todas as ações que são desenvolvidas pelo estado na região, e também, vamos sair daqui com novas demandas a serem realizadas", explicou.

Em abril, durante evento de lançamento do novo acesso a Osasco pela rodovia Castello Branco, o governador explicou que as intervenções para ampliar as marginais da rodovia são maiores. "Essa é uma intervenção maior do que a obra realizada na entrada de Osasco, mas ambas se completam e vão garantir mobilidade urbana nesta região", disse.

Em junho do ano passado, o então governador João Doria (PSDB), anunciou durante coletiva, no Palácio dos Bandeirantes, ao lado do prefeito Rubens Furlan (PSDB), as obras para extensão das marginais da Castello Branco, entre os km 23 e 32, sem qualquer custo para o governo ou solicitação de reequilíbrio contratual. A construção foi liberada após acordo com as concessionárias do grupo CCR, que prevê investimento de R$ 2,3 bilhões, além da geração de cinco mil empregos.

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Domingo, 22 Mai 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://girosa.com.br/