Logo Giro
Search
Close this search box.
giro

Osasco São Cristóvão Saúde vence o Maringá e assume a terceira posição na Superliga

Logo Giro
Equipe osasquense teve boa atuação coletiva com quatro jogadoras que pontuaram dígitos duplos (Fernando Teramatsu / Divulgação)

Com 20 pontos de Tifanny e 18 de Glayce, a equipe osasquense bateu o adversário pelo placar de 3 sets a 1 na noite de quinta (15), no Paraná. Com 19 pontos, Osasco igualou pontuação do 2º colocado

O Osasco São Cristóvão Saúde assumiu a terceira posição da Superliga 1XBET 2022/23. Para subir na tabela de classificação, a equipe comandada pelo técnico Luizomar bateu o Unilife Vôlei Maringá pelo placar de 3 sets a 1, parciais de 25/17, 23/25, 25/18 e 29/27, em 1h55min, em partida disputada na noite de quinta-feira (15), no ginásio Chico Neto no Paraná, PR.

Com sete vitórias e duas derrotas em nove partidas, Osasco São Cristóvão Saúde soma 19 pontos. Empatado com o segundo colocado, Gerdau Minas, em número de pontos, a equipe osasquense tem vantagem no confronto direto mas tem 2 a menos de saldo.

Osasco São Cristóvão Saúde vence o Maringá e assume a terceira posição na Superliga
(Fernando Teramatsu / Divulgação)

Glayce marcou 18 acertos e ganhou o troféu VivaVôlei. “Fico muito feliz pela vitória e pelos três pontos, mas nos perdemos no meio da partida e isso fica de aprendizado. Sabemos que temos muito a crescer individual e coletivamente e vamos conseguir. A Superliga é longa e tenho certeza de que iremos evoluir”, disse a ponteira, que revelou uma premonição familiar. “Meu irmão disse que eu iria ganhar o VivaVôlei hoje”, contou.

Tifanny, que entrou no final do segundo set, foi a maior pontuadora osasquense na partida, com 20 acertos, e peça chave na vitória da equipe comandada pelo técnico Luizomar. “Isso representa o que é ser uma equipe, representa o jogo coletivo. É estar sempre pronta para dar o seu melhor em prol do time. E não apenas eu, mas todos nós, fazemos isso em cada treino e a cada jogo”, comentou a ponteira/oposta.

A partida 
O primeiro set foi dominado pela equipe osasquense. Sempre no comando do placar, Micaya, com um ponto direto no saque, garantiu a vantagem de oito pontos (20/12). A vitória veio com três jogadas parecidas. Smarzek, Glayce, Adenizia partiram para três largadas em sequência e os três pontos seguidos garantiram a vitória por 25/17.

O segundo set foi diferente. Depois de manter uma vantagem média de dois pontos – Fabiana marcou no 16/14 – Maringá empatou no 18/18 e engrossou o jogo. Após alternância na frente do placar, as donas da casa chegaram ao set point (24/22). Tifanny, que acabara de entrar, ainda atacou para fazer 23/24, mas não conseguiu evitar a vitória do adversário, que fechou em 25/23.

O terceiro set começou equilibrado. Osasco conseguiu impor seu volume de jogo no decorrer da parcial e Tifanny, com um ace, marcou 17/14. A oposta voltou a pontuar, desta vez com um ataque de fundo, a ampliou a vantagem para quatro pontos: 18/14. Adenizia explorou o bloqueio para marcar o set point no 24/18 e Glayce fechou em 25/18, após duas defesas de Natinha.

Osasco teve cinco match points até fechar o quarto set em 29/27 e a partida em 3 sets a 1. Para isso, contou com a força e técnica de Tifanny, que marcou todos os pontos decisivos na reta final da parcial. Até chegar à vitória, Osasco teve que remar. Esteve atrás no placar até o 13/13 e lutou para se manter a frente. Para isso, contou com grandes defesas de Natinha, pontos decisivos de Glayce, a garra de Adenizia e a precisão de Giovana.

Próximo compromisso
Após a vitória contra o Maringá, a equipe comandada por Luizomar de Moura viaja até o Rio de Janeiro, RJ, para enfrentar o Fluminense. A partida acontece na terça-feira (20), pela 10ª rodada da Superliga Feminina.

Receba nossas notícias em seu e-mail