Logo Giro

Notícias

Search
Close this search box.
giro

Linha 9: ‘paralisação na greve de outubro foi por sabotagem’

Logo Giro
Investigação aponta que pontos do trajeto realizado pela Linha 9 foram alvo de vandalismo (Divulgação)

De acordo com as investigações, diferentes pontos da Linha 9 foram atacados por criminosos. Ação prejudicou milhares de passageiros

Após criterioso trabalho investigativo, a Polícia Civil do Estado de São Paulo apontou que a paralisação dos trens na Linha 9 – Esmeralda, administrada pela ViaMobilidade, no dia 3 de outubro deste ano, durante a greve de metroviários e ferroviários, foi provocada por sabotagem em diferentes pontos da linha, frequentada diariamente por milhares de usuários.

A informação foi divulgada nesta segunda-feira (27) pelas autoridades responsáveis pela investigação. Agora, o inquérito será concluído e encaminhado para análise do Ministério Público e do Poder Judiciário.

LEIA TAMBÉM: ViaMobilidade fecha acordo de R$ 786 milhões com MPSP

Para alcançar essa conclusão, a equipe do 27º Distrito Policial, situado no Campo Belo, capital paulista, ouviu várias testemunhas, inclusive funcionários da ViaMobilidade. Estes relataram ter encontrado diversos objetos que foram arremessados na rede aérea de energia do sistema ferroviário da linha.

Linha 9: 'paralisação na greve de outubro foi por sabotagem'
Investigadores analisaram imagens do circuito de segurança da Linha 9 (Divulgação/Via Mobilidade)

Investigação encontra sinais de vandalismo na Linha 9

Em um ponto da linha, próximo da estação Autódromo, foram identificados sinais de vandalismo em uma máquina de chaveamento de via. A fiação do equipamento foi completamente arrancada, impossibilitando o restabelecimento do sistema. Essas constatações estão presentes no laudo elaborado pelo Instituto de Criminalística. Além disso, o documento indica os locais em que o gradil de proteção foi violado para permitir a entrada dos criminosos na linha férrea.

As equipes do 27º DP analisaram imagens de várias câmeras de segurança ao longo da via. Contudo, nos locais onde ocorreu sabotagem, não havia monitoramento. A polícia suspeita que os criminosos tenham selecionado esses pontos deliberadamente para evitar identificação.

“Foram realizadas varreduras nos pontos onde os objetos foram arremessados, que não possuem câmeras. Não foi possível identificar os autores, mas verificamos que houve atentados em diversos pontos da linha, com arremesso de objetos estranhos ao sistema nas estações de Osasco a Interlagos, que foram apreendidos”, informou o governo estadual, por meio das autoridades policiais.

Linha 9: Nova investigação do Ministério Público

Ministério Público de São Paulo (MPSP) retomou a investigação das falhas na operação da Linha 9-Esmeralda, administrada pela ViaMobilidade, devido aos frequentes transtornos na vida dos usuários. Anteriormente, a linha já havia sido alvo de uma investigação pelo MP, resultando em um acordo que estabeleceu o pagamento de R$ 150 milhões em indenizações aos cofres públicos.

Linha 9: 'paralisação na greve de outubro foi por sabotagem'
Trem da ViaMobilidade na Estação Osasco (Reportagem Jornal GIRO)

Jornalismo regional de qualidade
Há mais de 16 anos, o GIRO noticia os acontecimentos mais importantes nos 12 municípios que compõem o consórcio *Cioeste. Essas cidades estão localizadas na Região Metropolitana da Grande São Paulo e possuem uma população que ultrapassa os 2,5 milhões de habitantes.    

Siga o perfil do jornal no Instagram e acompanhe outros conteúdos.

*Cioeste: Araçariguama, Barueri, Cajamar, Carapicuíba, Cotia, Itapevi, Jandira, Osasco, Pirapora do Bom Jesus, Santana de Parnaíba, São Roque e Vargem Grande Paulista.

Acompanhe o GiroCast

Receba nossas notícias em seu e-mail

Cookie policy
We use our own and third party cookies to allow us to understand how the site is used and to support our marketing campaigns.

Headline

Never Miss A Story

Get our Weekly recap with the latest news, articles and resources.