Logo Giro
Search
Close this search box.
giro

Consciência Negra: cidades da região promovem atividades culturais, palestras, debates e ações para discutir o racismo

Logo Giro
A data foi criada em 2003 e o dia foi escolhido para relembrar a resistência do último dos líderes do Quilombo dos Palmares de Pernambuco, Francisco Nzumbi (Fernando Frazão/Agência Brasil)

Celebra-se neste sábado (20), o feriado do Dia da Consciência Negra. A data foi criada em 2003 e o dia foi escolhido para relembrar a resistência do último dos líderes do Quilombo dos Palmares de Pernambuco, Francisco Nzumbi, o Zumbi dos Palmares. Ele foi morto em 20 de novembro de 1695 pelas forças do bandeirante português Domingos Jorge Velho.

A festividade reúne diferentes ações de combate ao racismo e reacende o debate sobre a chegada dos negros ao país, a escravidão no Brasil e o racismo estrutural da sociedade. Entre as cidades da região oeste da Grande São Paulo, há uma série de atividades culturais, palestras e debates para discutir o tema.

Em Itapevi, a cidade foca no combate do racismo nas escolas por meio de e ações educativas. Já Osasco, busca desconstruir o preconceito via “Grupo de Trabalho de Combate ao Racismo”, além de promover políticas públicas para melhorar as condições de vida e no mercado de trabalho da população negra. Carapicuíba terá uma programação cultural voltada ao tema na Praça da Aldeia.

Confira abaixo as principais atuações no combate ao racismo que serão promovidas pelos municípios da região oeste da Grande SP que integram o consórcio Cioeste.

Carapicuíba
Em comemoração ao Dia Nacional da Consciência Negra, a Prefeitura de Carapicuíba, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo, terá uma programação cultural voltada ao tema na Praça da Aldeia, Jardim Marilu. O evento visa reforçar a importância da realização de novas lutas para tornar a nossa sociedade mais justa.

A programação conterá com cerimônia religiosa, apresentações musicais e teatrais de artistas do município. As obras e exposições trazem questões de racismo e desigualdade para que nesta data seja relembrada a luta pela liberdade e para reforçar a importância de novos desafios.

O evento também vai contar com brinquedos infantis e serviços voluntários de cuidados de estética pessoal.

Confira a Programação:

09h – Missa dia da Consciência Negra – Terço Vivo
13h – Dj sardinha
13h15 – Cícero Monteiro – Dança
13h30 – MestreOkan Grupo Filhos de Malê
14h – Comunidade Cultural Tradicional de Terreiro – ILÊ IYA OMIN ASÉ OLOKUN
14h30 – Educação
15h – Grupo Coral Fina Sintonia
15h30 -Grupo Descendentes da Favela
16h – GrupoFortaleza Capitão D’areia Queixada
16h30 – Oca – Maracatu / Oca – Afro
17h – Batalha de Rimas
17h30 – Show da Relicário Rec
18h – Banda Disfalk RAP/REGGAE
18h20 – Zahrah’s Dancers
18h30 – Cia . Um Brasil
19h – Os Hipócritas – PERFORMANCES TEATRAIS
19h30 – Cohabtantes – REGGAE

Em Cotia, para celebrar o Dia da Consciência Negra, será marcada por apresentações culturais, capoeira, música, exposições, diálogos, palestras, entre outro (Rovena Rosa/Agência Brasil) 

Cotia
Em Cotia, para celebrar o Dia da Consciência Negra, a data será marcada por apresentações culturais, capoeira, música, exposições, diálogos, palestras, entre outros. Os eventos acontecerão no formato presencial, no Paço Municipal, e on-line, nas redes oficiais do Instituto Gira-Sol. Confira abaixo a programação e como participar.

Entre os destaques do Paço Municipal, na avenida Prof. Manoel José Pedroso, 1347, haverá das 8h às 12h, as exposições dos artistas plásticos João Machado e do escritor Adriano Camargo. Das 8h30 às 9h, ocorrerá uma roda de capoeira com Professor Edinho e alunos da Comunidade de Estudos e Pesquisas da Capoeira. Já as 10h45, Elisete Aparecida de Castro, filha do seu Dito, fundador da Congada em Cotia, conta a história desta importante manifestação cultural da cidade. O evento se encerra às 11h com uma apresentação musical Felipe Variedade.

No canal do youtube do Instituto Gira-Sol, haverá o projeto “Diálogos com a Diversidade”. O programa é contemplado por edital da Lei Federal “Aldir Blanc”. O programa terá uma série de debates sobre os temas diversidade, identidade de gênero, mulher frente ao empoderamento, LGBTQIA+ e direitos Humanos.

A programação completa está disponível no site da prefeitura de Cotia.

Itapevi
Ao Giro S/A, a prefeitura informou que vem focando no combate ao racismo por meio de ações de conscientização promovidas pelas secretarias de Desenvolvimento Social e Cidadania; Educação; Cultura e Juventude: atividades culturais, palestras, debates e ações educativas nas escolas.

O município criou a “Comissão da Promoção da Igualdade Racial” (Proracial), cujos membros tomaram posse na quarta-feira (17), no Paço Municipal. A iniciativa atende ao decreto municipal n°5.652, de agosto deste ano, que estabeleceu a necessidade de criação da Comissão Proracial entendendo, segundo dados do IBGE, que a população brasileira é hoje constituída majoritariamente por pretos e pardos totalizando atualmente 54% da população. A Comissão será destinada a garantir a igualdade de oportunidade, a defesa dos direitos individuais e coletivos, visando a promoção da igualdade racial, prevenção, combate ao racismo, à discriminação e ao preconceito racial, assim como as ações desenvolvidas para a valorização da população negra de Itapevi.

Durante toda a semana, serão realizadas ações sobre o tema. No dia 19, às15h, acontece bate-bapo, na Secretaria de Cultura, sobre a questão étnico-racial e premiação dos ganhadores do 2º Concurso de Poesia Negra. No sábado (20), acontece na Praça 18 de Fevereiro, das 13h às 17h, as festividades do Dia da Consciência Negra, com exposição de personalidades itapevienses, da representatividade negra do município e apresentações culturais.

Jandira
À reportagem, o município de Jandira informou que por meio da Diretoria Política paraMulher e Igualdade Racial, promove evento artístico e cultural em comemoração ao Dia da Consciência Negra,neste sábado.As atividades iniciam com apresentações artísticas em homenagem à cultura afro-brasileira, às 09h, no Teatro Municipal , com exposição de trabalho artístico, penteados com tranças, acessórios einstrumentos musicais de roda de capoeira.

A programação começa com apresentação do conjunto musical e dança típica da cultura afro. Também contará com o espetáculo, a peça de teatro “Ubuntu”, baseada nos poemas de Castro Alves, a peça valoriza a cultura e as origens negras, simbolizando a luta e resistência contra o tráfico negreiro do Brasil Imperial, o combate ao racismo e a legitimidade da identidade do povo negro.Os palestrantes abordam as temáticas deste ano que convergem com o atual cenário, tendo em vista a dinâmica dos discursos de ódio que deparamos nas redes sociais e a intolerância cada vez mais evidente e a importância das mulheres negras.

Osasco
No combate ao racismo, a prefeitura de Osasco desenvolve por meio da Secretaria Executiva da Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR), o Grupo de Trabalho de Combate ao Racismo. O projeto visa tem promover estudo e a capacitação para a realização de ações efetivas para a população negra, visando desconstruir o preconceito e para a construção de políticas públicas voltadas a esse movimento.

A partir da criação do Grupo, a SEPPIR tem discutido o racismo com diversos segmentos da sociedade e vem trabalhando para apresentar uma pauta antirracista, com discussões com os professores da rede municipal, recentemente com os policiais militares e agora também com a Guarda Municipal.

Além disso, a 18ª edição do Novembro Negro, que neste ano tem como tema “Nossa Ancestralidade”, conta com uma programação que inclui oficinas, shows e uma série de atividades. Confira programação completa no site.

Receba nossas notícias em seu e-mail