Logo Giro
Search
Close this search box.
giro

URGENTE: manifestação de caminhoneiros bloqueia Castello Branco em Barueri e Osasco

Logo Giro
Bloqueio nas rodovias afetam o abastecimento em São Roque (Divulgação/Redes Sociais)

Carros na contramão, pedágios e acessos totalmente parados marcam a manhã desta terça-feira, 1° de novembro, nos dois sentidos da rodovia. Policiais tentam negociar com manifestantes

A rodovia Castello Branco está parada na manhã desta terça-feira (1°/11), em trechos da região oeste da Grande SP. Vários moradores de Barueri e Santana de Parnaíba têm relatado em grupos de WhatsApp e redes sociais o grande trânsito causado pela manifestação de caminhoneiros contra o resultado das eleição presidencial do último domingo (30). As primeiras manifestações aconteceram ontem (31 outubro). No Km 23, em Alphaville, é possível observar que manifestantes têm liberado a passagem de ambulâncias e caminhões com produtos perecíveis.

O Superior Trbunal Federal considerou a manifestação ilegal e determinou que os caminoneiros desobstruam as vias até a meia-noite de hoje. Já são 33 horas de protestos em várias localidades do Brasil.

Segundo boletim da Secretaria de Mobilidade Urbana de Barueri, nos pedágios, na altura do km 20, a rodovia segue totalmente bloqueada em ambos os sentidos. Agentes de trânsito permanecem em apoio nas alças de acesso para auxiliar os veículos que saem da rodovia. O trânsito sentido capital no km 31 (Jardim Belval) foi desviado para a região central.

As alças de acesso, como a do Rodoanel, estão interditadas. Algumas barricadas foram montadas. A entrada do Shopping Tamboré, em Barueri, também está totalmente parada.

Motoristas que iam sentido São Paulo têm relatado que estão voltando para suas casas. Um deles diz ter pedido aos caminhoneiros para deixarem o carro dele passar e subir pelo retorno da Petrobras. Outro conseguiu retornar na contramão da Castello Branco até o trevo do Tamboré. Quem está preso no congestionamento tem indicado que as pessoas não saiam de suas residências. O rodizio continua valendo nesta terça-feira.

As escolas também foram afetadas com a manifestação. Professores que moram na capital paulista e ministram aula em escolas particulares de Barueri estão chegando atrasados para o trabalho.

Em entrevista ao Fala Brasil, da Record TV, o coronel Camilo, secretário executivo da Polícia Militar, aifrmou que estão sendo feitas negociações com os caminhoneiros. “Queremos liberar as vias de forma pacífica. Esperamos também algumas posição da área federal”, disse o coronel Camilo. Alguns policiais tiveram suas folgas suspensas para auxiliar no dia de hoje. Os comandos das polícias sereuniram para ver as melhores alternativas. A PM possui, hoje, 109 mil efetivos.

Receba nossas notícias em seu e-mail