Logo Giro
Search
Close this search box.
giro

Cidades que integram Cioeste somam 172 casos da varíola dos macacos

Logo Giro
É sempre bom relembrar que o atual surto não tem a participação de macacos na transmissão para seres humanos.(Divulgação/Freepik)

Osasco segue sendo o município com mais casos entre as cidades que fazem parte do consórcio regional; apesar da alta de 24 casos em 14 dias, doença está sob controle

A secretaria de Saúde do Estado acaba de confirmar que o número de casos confirmados de monkeypox, a varíola dos macacos, no estado de SP, soma 3.387 infectados. Entre os 12 municípios que fazem parte do consórcio da região metropolitana oeste de SP, o Cioeste, o total de casos é de 172. São 24 infectados a mais em 14 dias, entretanto, apesar do leve aumento, a doença está sob controle.

Osasco é a cidade com mais casos na região (61), seguida por Carapicuíba (28), Barueri (27), Cotia (16), Itapevi (7), Cajamar (4), Santana de Parnaíba (4), São Roque (3) e Vargem Grande Paulista (1). Somente Araçariguama e Pirapora do Bom Jesus não têm casos registrados da doença.

É sempre bom relembrar que o atual surto não tem a participação de macacos na transmissão para seres humanos. O vírus da monkeypox, que faz parte da mesma família da varíola, é transmitido entre pessoas e o atual surto tem prevalência de transmissão de contato íntimo e sexual.

Prevenção contra a Monkeypox (MPX):

  • Evitar contato íntimo ou sexual com pessoas que tenham lesões na pele;
  • Evitar beijar, abraçar ou fazer sexo com alguém com a doença;
  • Higienização das mãos com água e sabão e uso de álcool gel;
  • Não compartilhar roupas de cama, toalhas, talheres, copos, objetos pessoais ou brinquedos sexuais;
  • Uso de máscaras, protegendo contra gotículas e saliva, entre casos confirmados e contactantes.

Sintomas da Monkeypox (MPX):

  • O principal sintoma é o aparecimento de lesões parecidas com espinhas ou bolhas, que podem surgir no rosto, dentro da boca ou em outras partes do corpo, como mãos, pés, peito, genitais ou ânus;
  • Caroço no pescoço, axila e virilhas;
  • Febre;
  • Dor de cabeça;
  • Calafrios;
  • Cansaço;
  • Dores musculares.

Receba nossas notícias em seu e-mail