Destaque 

Investigação volta atormentar Câmara

Investigação volta atormentar Câmara
Câmara } MP buscou documentos no legislativo

Uma nova investigação tem preocupado os vereadores da Câmara de Osasco. Depois da eclosão do escândalo da Caça- Fantasmas, com a prisão de 14 vereadores no ano passado, foi deflagrada na segunda-feira (26), a Operação Fura-Fila, que investiga a troca de favores relacionados a serviços de saúde. Segundo o MP, vereadores teriam agido para que moradores que os procuram furassem a fila do sistema público de atendimentos. Um dos nomes que estaria envolvido é o vereador Renato Bonin (PR), suplente de Ana Paula Rossi (PR) e que assumiu o mandato quando Ana foi nomeada secretária de Educação. Bonin nega as acusações e afirma que ainda está tomando teor da denúncia. Foram cumpridos três mandados de busca e apreensão de documentos.