Destaque 

Márcio França fala de suas propostas para a região. Doria não responde

Foto: SBT

O candidato ao governo Márcio França (PSB) tem propostas voltadas à região, envolvendo mobilidade, segurança e saneamento, em entrevista exclusiva ao Giro S/A.

Se for eleito, França pretende dar continuidade às obras do Corredor Itapevi-Osasco-São Paulo (23,6 km no total). O segundo trecho, Jandira-Carapicuíba, de 8,8 km, deverá ser entregue em março de 2019. 

A ampliação da Linha 9-Esmeralda até São Paulo tem entrega prevista para o 2º semestre de 2019, beneficiando cerca de 110 mil passageiros/dia, que se deslocam de Osasco a Grajaú. 

No Trecho Oeste do Rodoanel será implantada uma via marginal do km 19,7 ao km 24,4, entre Carapicuíba, Osasco e Cotia, com previsão para 2022, além de faixa adicional. Na Rodovia Raposo Tavares, um viaduto no km 27. 

O projeto do acesso de Osasco já foi destravado, com pendências resolvidas, com obras a serem iniciadas em breve. Outra meta é reduzir os pedágios em 25%. Quem vencer licitações não investirá em infraestrutura.

A abertura dos plantões das delegacias, a instalação de câmeras com sistema integrado e a valorização dos policiais são outras metas de França. Jovens poderão desempenhar atividades comunitárias, ganhando R$ 500, já em vigor em Carapicuíba.

França defende acordos entre prefeituras e Sabesp para solucionar problemas das cidades cortadas pelo Rio Tietê, como ocorreu em Guarulhos. E um projeto na Assembleia Legislativa prevê investimento de US$ 550 milhões para a sua despoluição.

Uma Etec, em Jandira, uma Fatec (hoje funciona provisoriamente) em Santana de Parnaíba e um AME em Osasco são outras metas.

Doria não responde

Respeitando a Legislação Eleitoral, o Giro S/A procurou o candidato João Doria (PSDB). As perguntas foram enviadas em 18/10, mas a assessoria de Doria não conseguiu retornar até o fechamento desta edição, em 25/10. Estas foram as perguntas:

1 – Caso eleito governador, quais propostas para a região: Hospital Regional, alça de Osasco e redução no valor dos pedágios?

2 – Tem outras propostas para a região?

3 – O senhor tem propostas para o Rio Tietê, como navegabilidade? Quanto tempo levaria para chegar aos municípios da região? A população reclamado odor do rio. Quais propostas para a resolução desse problema?

4 - Como ficou a composição do PSDB e de aliados na Alesp? Ganhou ou perdeu reforços?