Destaque 

Justiça Eleitoral garante segurança das urnas

Foto: Edivaldo Santana/GIRO S/A

O Giro S/A acompanhou nessa semana, na 332ª Zona Eleitoral em Osasco, os testes de segurança em três urnas usadas no dia 7 de outubro (1º turno). A auditoria realizada pela juíza eleitoral, Elia Kinoshita Bullman, promotora Helena Bonilha de Toledo Leite, verificou a integridade dos sistemas.

Os testes confirmaram a integridade e a autenticidade dos sistemas instalados nas urnas auditadas das seções 47, 115 e 124. Os equipamentos verificados tiveram comportamento sem problemas, processando as mídias necessárias às eleições, e realizando a votação paralela, cujos resultados digitados coincidiram com os resultados do boletim de urna expedidos na eleição. O autoteste é o procedimentopara verificação do funcionamento de todos os componentes da urna eletrônica.

A chefe do cartório eleitoral, Julia Balbi Albertin, falou sobre a importância do processo. "A auditoria é a forma de garantir transparência ao processo eleitoral. A urna é segura e a população pode confiar", explica.

Todo o procedimento foi acompanhado da Polícia Militar, Guarda Civil e representante da Ordem dos Advogados.

Veja também: