Itapevi decreta estado de emergência por causa de paralização de coleta de lixo

077DA6AA-0DCF-445C-B7C0-2432D42A8DB7

Os vereadores de Itapevi realizaram na manhã deste quinta-feira (6), uma reunião emergencial com o vice-prefeito Marcos Ferreira Godoy (Teco) para buscar soluções para a paralisação ilegal da empresa Enob Ambiental (Eco Ita), responsável pela coleta de lixo em Itapevi.

"Vamos orientar que cada morador pode colaborar evitando colocar lixo na rua até a situação ser normalizada, e orientando sua família, amigos e vizinhos para superarmos juntos a crise gerada pela paralisação irresponsável da empresa Enob", afirmou o presidente da Câmara Municipal, vereador Professor Rafael.

Segundo informações divulgadas pelo prefeito Igor Soares nas redes sociais, a Prefeitura de Itapevi está empenhada para solucionar o problema gerado unicamente pela Enob, que há algum tempo tem sido pressionada para que cumpra o contrato e melhore os serviços de coleta de lixo e limpeza das ruas.

Há menos de um mês, o prefeito esteve pessoalmente na empresa para intervir pelos funcionários, que estavam sem receber seus salários, apesar de a Prefeitura estar pagando rigorosamente em dia as faturas dos serviços prestados. "Foram diversas tentativas para resolução do problema de forma pacífica, mas a empresa decidiu de forma unilateral paralisar os serviços na data de hoje", afirmou o prefeito Igor Soares.

O vice-prefeito Teco, que também é secretário municipal de Governo, informou que a Prefeitura já decretou estado de emergência, e ainda hoje está adotando as medidas jurídicas para retomar os serviços no menor prazo possível, se possível até segunda-feira. "Enquanto isso já disponibilizamos os caminhões da Prefeitura para fazer a coleta do lixo, mas sabemos que não será suficiente para atender a cidade como um todo, por isso contamos com o apoio dos vereadores para conscientizar a população de Itapevi", ressaltou o vice-prefeito.