Deputados não apresentam projetos

Os deputados estaduais completam na próxima segunda-feira, 15, o primeiro mês de mandato e a maioria ainda não apresentou projetos de lei e tem focado suas ações em receber lideranças que compõem sua base eleitoral e ações parlamentares dentro do plenário da Assembleia Legislativa.

Reeleito deputado, Gilmaci Santos (PRB) não protocolou, até o fechamento desta edição, novos projetos. O parlamentar que foi eleito vice-presidente da Alesp tem focado suas ações no comando de sessões na Casa, e também em receber lideranças de cidades que compõem sua base eleitoral.

Já o petista Emidio de Souza, que retorna à Alesp após 15 anos, também não protocolou projetos, no entanto, propôs a criação de uma frente parlamentar que trabalhe para conquistar melhorias para as escolas da rede estadual. O deputado também tem concentrado suas ações na fiscalização da gestão do governador João Doria (PSDB), se posicionando de forma contrária à ampliação das praças de pedágios e à privatização de empresas públicas. Além de receber vereadores e lideranças, Emidio também defendeu a manutenção do Projeto Guri e dos programas que possibilitam o acesso à cultura.

NOVATOS

Eleito para o primeiro mandato, o deputado Cezar (PSDB) foi o único parlamentar que já apresentou um projeto de Lei. O PL 356/2019, que segue em tramitação, classifica como de Interesse Turístico o Município de Santana de Parnaíba. Além da defesa de projetos do governo Doria, o deputado ainda recebeu vereadores de cidades da região que solicitam emendas.

O também estreante Ataíde Teruel (Pode) além de receber lideranças, tem buscado o governo do Estado para conquistar obras. Na semana passada, o deputado esteve com o vice-governador e secretário de Governo, Rodrigo Garcia (DEM), e solicitou informações sobre a implantação do novo acesso da rodovia Castello Branco para a cidade de Osasco. O parlamentar também atuou na defesa da manutenção do Projeto Guri. Teruel ainda não protocolou projetos de lei na Alesp.

Veja também: