Destaque 

Elvis Cezar desponta como provável presidente do Cioeste

Elvis Cezar desponta como provável presidente do Cioeste
Tucano } Parnaibano é favorito ao posto
O prefeito reeleito de Santana de Parnaíba, Elvis Cezar (PSDB), desponta como provável novo presidente do Consórcio Intermunicipal da Região Oeste (Cioeste), entidade composta pelos prefeitos das oito cidades da região, a partir de 2017.

O parnaibano é o único que permanecerá da atual composição, o que fortalece seu nome. "Colocarei meu nome à disposição e é um grande desafio, com esse momento da economia; precisamos dar uma resposta à sociedade", dis​se Elvis.

Prefeitos consultados pela reportagem disseram que não irão disputar o posto e não vão se opor a uma composição com Elvis. "Já está mais ou menos acertado que será o Elvis", afirmou Rubens Furlan (PSDB), que pela quinta vez governará Barueri. "A gente vai ter que trabalhar bem com o consórcio para impor nossas necessidades para o governador [Geraldo Alckmin]", comentou.

O atual presidente é Carlão Camargo (PSDB), prefeito de Cotia, que teve a vitória de seu apoiado na sucessão, Rogério Franco (PSD). "Tem outros nomes que devem comandar que já estão em atividade, como o caso do Elvis", afirmou Franco, que citou também Furlan.

O tom foi semelhante ao do osasquense Rogério Lins (PTN). "Neste primeiro momento não é algo que eu queria administrar. Tenho muita coisa para fazer por Osasco. [Furlan e Elvis] são bons nomes, não tenho rejeição a nenhum, temos uma boa relação".


ENTENDA

Consórcio tem mandato de um ano

O Cioeste é formado pelas cidades de Barueri, Carapicuíba, Cotia, Itapevi, Jandira, Osasco, Pirapora do Bom Jesus e Santana de Parnaíba e foi formado pelos atuais gestores. Até agora foram três presidentes. O primeiro foi o carapicuibano Sergio Ribeiro (PT), seguido do osasquense Jorge Lapas (PDT), um dos principais articuladores da entidade e, em 2016, assumiu o cotiano Carlão Camargo (PSDB). A região oeste era a única que não tinha uma entidade que representasse os prefeitos junto ao governo estadual e federal e a meta é cobrar recursos e estudar soluções conjuntas para os problemas das cidades.


Bastidores


Na bronca

Líder do PSDB na Câmara de Osasco, André Sacco reclamou do fato de mudanças de zoneamento terem sido enviadas pela atual gestão. "Esses projetos todos precisam e devem ser avaliados pela nova administração", afirmou.

Desde junho
"Esse projeto chegou em junho, foi discutido, foi debatido nas comissões, por isso ele está maturado. Tem divergências, mas foi debatido nas comissões sim", rebateu Valdir Roque (PT).

Mudança
Uma recontagem nos votos mudou a eleição em Cotia para a Câmara. Arildo Gomes (PDT), foi considerado eleito após a validação de alguns candidatos que tinham pendência judicial. Na contramão, Luis Gustavo Napolitano (DEM), inicialmente reeleito, ficou de fora.

Em aberto
O prefeito eleito de Barueri, Rubens Furlan (PSDB) comentou que ainda está com espaços em aberto em sua futura equipe, em especial em áreas técnicas. "A secretaria de deficiência é uma que demanda profissionais extremamente técnicos, a jurídica nas próximas semanas devo anunciar. E finanças ainda não pretendo", comentou.

Transição
Prefeito eleito de Carapicuíba, Marcos Neves (PV) afirmou que a transição ainda não está perfeita, mas já se reuniu com o atual mandatário, Sergio Ribeiro (PT) duas vezes. "Ainda não está do jeito que eu quero, mas vai caminhar", afirmou, citando que alguns documentos que pediu ainda não chegaram. Neves afirmou que tem 30% de sua equipe formada.