Cajamar é contemplada com recursos do programa “Estrada Asfaltada”, do governo de SP

Recursos serão utilizados na manutenção da rodovia Edgard Máximo Zambotto. Município foi o único da região a receber recursos na 2ª fase
Vice-governador Rodrigo Garcia anunciou nova fase do programa Estrada Asfaltada (Divulgação/Governo do Estado de São Paulo)

Entre as 12 cidades que integram o consórcio da região oeste da Grande SP, apenas Cajamar foi contemplada com recursos na segunda fase do Programa Estrada Asfaltada, anunciada na quinta-feira (19) pelo governador Rodrigo Garcia (PSDB). A via escolhida pelo governo do estado foi a SP 354 – Rodovia Edgard Máximo Zambotto. Segundo o gestor estadual, a segunda fase do programa prevê investimentos de mais de R$ 2,9 bilhões para 127 obras, que vão modernizar 2,1 mil quilômetros de vias em mais de 145 cidades.

"Esse é o maior programa de recuperação de estradas estaduais da história de São Paulo. Nós estamos autorizando mais 2,1 mil quilômetros hoje e eles se somam a uma autorização do ano passado, que também foi uma etapa importante do Estrada Asfaltada", disse Rodrigo Garcia.

Investimento bilionário
O edital das obras foi publicado na edição desta sexta-feira (20), no "Diário Oficial do Estado". O Departamento de Estradas de Rodagem (DER) realizará obras de conservação especial e manutenção de vias, que consiste em recape e implantação de nova sinalização das rodovias. O Programa Estrada Asfaltada soma 277 obras em 4,4 mil quilômetros, totalizando o valor de R$ 4,6 bilhões.

"O Governo de SP realiza o maior investimento em recuperação de estrada e de vicinais da história do Estado. Estamos melhorando a logística, ampliando a segurança e garantindo a mobilidade de todos. Importante destacar que a boa qualidade das rodovias impacta ainda diretamente na redução de acidentes", afirmou João Octaviano Machado Neto, secretário de Logística e Transportes.

Essa nova fase do Estrada Asfaltada faz parte do programa Pró SP, amplo pacote de obras estruturantes do governo para auxiliar na retomada do crescimento econômico, oferta de emprego e geração de renda. A iniciativa prevê recursos que totalizam R$ 50 bilhões para obras nas áreas de infraestrutura, transportes, educação e saneamento. 

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Domingo, 03 Julho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://girosa.com.br/