Destaque 

Apenas seis vereadores entre 72 respondem e-mail oficial

Apenas seis vereadores entre 72 respondem e-mail oficial

Um dos principais canais oficiais para os cidadãos entrarem em contato com os vereadores é ignorado pela grande maioria dos parlamentares de Barueri, Cotia, Osasco e Santana de Parnaíba


A reportagem enviou questionamentos simples para os e-mails de 72 legisladores das Câmaras por onde circula o Giro S/A e, após três semanas, apenas seis deram retorno às perguntas: qual é a sua prioridade no mandato e qual o projeto/indicação ou requerimento deve ser apresentado neste início dos trabalhos?


Entre os seis vereadores que responderam, estão três estreantes. A cidade de onde os políticos mais retornaram foi Santana de Parnaíba. Três dos 17 membros da Casa escreveram sobre qual será a prioridade. O presidente da Câmara, Marcos Tonho (PSDB), o vereador de oposição Ângelo da Silva (PEN) e Sabrina Colela (PSC) responderam sobre o tema.


Nos outros três municípios, as respostas foram ainda mais solitárias. No legislativo de Barueri, onde há 21 vereadores, Robertinho Mendonça (SD), foi o único a retornar a mensagem.


No caso de Osasco, também com 21 membros, coube ao estreante Ricardo Silva (PRB) dar uma resposta, assim como o Professor Osmar (PV) foi o único de Cotia.


Saúde aparece na frente em demandas

Em Barueri, Robertinho (PR) respondeu que a saúde e a educação são suas prioridades e citou o projeto de implantação de medidas de informação e proteção às gestantes contra violência obstetrícia, que já foi aprovado na Casa. Professor Osmar (PV) citou que pretende atuar junto as áreas distante de Cotia e alegou que os projetos estão em estudo. "Quero desenvolver projetos para que os bairros como o meu, o Caputera, não caiam no esquecimento e possam se destacar em sua essência". Em Osasco, Ricardo Silva (PRB) destacou uma proposta na saúde "que obriga unidades de saúde com atendimento 24h, a fixar quadro informando escala de funcionários, jornada de trabalho e responsável pelo plantão em local visível"


PARNAÍBA

Combate às drogas também é proposta

Os vereadores que responderam em Santana de Parnaíba apresentaram temas distintos como prioridades. O presidente da Câmara, Marcos Tonho (PSDB), comentou a necessidade de economizar e que quer dar continuidade ao um projeto contra o Crack e da Guarda Mirim Parceiro do Futuro. Ângelo da Silva (PEN) afirmou que segue como oposição e votará nos projetos que forem bons para a cidade. Disse que atuará pela educação, saúde, entre outras áreas, mas não detalhou as propostas. Sabrina Colela (PSC) enfatizou que representará Alphaville. "Nosso bairro esteve às cegas perante os representantes do legislativo". Ela enviou 15 ideias sobre a região como a restrição a circulação de caminhões no horário de pico.