Logo Giro
Search
Close this search box.
giro

PF realiza operação que investiga roubo a banco, com mandado de busca e apreensão em Osasco

Logo Giro
Ao menos 40 Policiais Federais cumprem cinco mandados de prisão temporária, dez mandados de busca e apreensão e cinco mandados de identificação criminal (Divulçgação/Polícia Federal)

Segundo a Polícia Federal, os investigados que são alvo do cumprimento dos mandados judiciais exercem variadas funções dentro da organização criminosa que aterrorizou a cidade de Araçatuba, SP

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta segunda-feira (24), a 11ª fase da operação destinada à investigação do roubo praticado na cidade de Araçatuba/SP, no início da madrugada do dia 30 de agosto de 2021, contra agências bancárias da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil, ação criminosa que se desenrolou com o uso de artefatos explosivos, utilização de reféns como escudo humano e resultou na morte de vítimas.

Na manhã de hoje, 40 Policiais Federais cumprem cinco mandados de prisão temporária, dez mandados de busca e apreensão e cinco mandados de identificação criminal.

Estão sendo cumpridos dois mandados de busca e apreensão na cidade de Sorocaba/SP com o apoio do Batalhão de Ações Especiais de Polícia (BAEP), três na cidade de Limeira/SP, um em Goiânia/GO, dois em Campinas/SP, um em Osasco/SP e um no Guarujá/SP, com o apoio da Polícia Militar do Estado de São Paulo (Rota).

Os investigados que são alvo do cumprimento dos mandados judiciais exercem variadas funções dentro da organização criminosa que aterrorizou a cidade de Araçatuba/SP, podendo-se citar indivíduos que executaram diretamente o roubo, outros que financiaram a prática do crime, um núcleo de responsáveis por fraudes visando a facilitar o uso dos veículos utilizados pelos criminosos, além de comparsas incumbidos de guardar de forma dissimulada as armas utilizadas pela Organização Criminosa.

Em busca dos envolvidos no crime
A Polícia Federal vem buscando persistentemente identificar e responsabilizar todos os indivíduos que participaram do crime extremamente covarde e violento. Deve-se destacar que, além dos executores, existem diversos comparsas que forneceram apoio logístico, material e financeiro para a realização da empreitada delituosa, tratando-se de investigação complexa não só pelo número elevado de investigados envolvidos, como também pela atuação compartimentada dos componentes do grupo criminoso.

Após pouco mais de um ano da ocorrência do roubo em Araçatuba/SP, a Polícia Federal já cumpriu 53 mandados de prisão e 105 mandados de busca e apreensão como resultado de centenas de análises realizadas pela unidade de inteligência policial, realização de exames periciais, execução de diligências de campo e confrontação de todos os elementos e indícios colhidos.

Na data de hoje, na 11ª fase da operação, os investigados foram identificados e presos após representação da Polícia Federal pela expedição dos mandados judiciais perante a Justiça Federal em Araçatuba/SP e a Justiça Estadual de Limeira/SP.

*Com informações da Polícia Federal.

Receba nossas notícias em seu e-mail