Logo Giro
Search
Close this search box.
giro

Luto: políticos lamentam a morte do ex-vereador Zezinho do PT de Jandira

Logo Giro
Zezinho, do PT, foi vereador por três mandatos na Câmara de Jandira (Reprodução/Redes Sociais)

Ex-vereador foi assassinado a tiros quando saiu de casa. O corpo do político será sepultado no cemitério municipal de Jandira. Polícia investiga a motivação do crime

Pelas redes sociais políticos do cenário nacional e das cidades que compõem a região lamentaram a morte do ex-vereador de Jandira, Zezinho (PT). O ex-parlamentar foi morto a tiros no fim da tarde dessa sexta-feira (28), na rua Francisco Tomás da Silvano, Jardim Gabriela, no município de Jandira. Segundo informações preliminares, a vítima tinha saído da residência quando foi atingida por quatro disparos de arma de fogo. A polícia ainda não tem pistas do suspeito ou o que pode ter motivado o crime. O corpo do ex-parlamentar é velado no ginásio do Jardim Brotinho e deve ser sepultado às 16h deste sábado (29), no cemitério municipal de Jandira.

Um dos primeiros a se manifestar sobre o crime, o atual prefeito de Jandira, doutor Sato (PSDB), lembrou que foi vereador junto com Zezinho e lamentou mais um episódio de violência política na cidade. “Fomos vereadores juntos entre 2005 e 2008, quando aprendi a respeitá-lo. Estivemos juntos em algumas lutas políticas e fomos adversários em outras, mas sempre com respeito. Como prefeito, me entristece ainda mais, pois foi um ato violento em nossa cidade, que, principalmente, abala a estrutura de uma família, mas também afeta a imagem da cidade”, pontuou o gestor que cobrou que as autoridades investiguem o caso e localize os culpados. “Que a justiça seja ímpar para tomar as devidas providências o mais breve possível” pediu o prefeito.

O prefeito de Barueri, Rubens Furlan (PSDB), também se manifestou sobre o caso de violência na cidade vizinha.  “Deixo minhas condolências aos familiares e amigos”, disse.

Já o prefeito de Itapevi, Igor Soares (Podemos), lembrou que um dos projetos implantados na cidade foi inspirado na luta do ex-parlamentar de Jandira. “Recebi com tristeza a notícia da morte do Zezinho do PT de Jandira, que foi vereador, candidato a prefeito e sempre defensor das causas sociais, amigo, que já tive a honra de trabalhar ao seu lado, apaixonado pela cidade de Jandira. Um dos projetos que implantamos em Itapevi, a Maratona do ENEM, foi inspirado nele, pois sempre lutou por cursinhos populares”, disse o gestor que ainda pediu menos violência. “Meus sentimentos a todos os amigos e familiares. Peço a Deus que unja o ser humano de mais amor e menos violência”, completou.

Deputados

O deputado estadual reeleito, Emidio de Souza (PT), pontuou que o ex-vereador sempre lutou pelo povo de Jandira e que nunca teve causas individuais. “Zezinho sempre lutou por melhorias para a população de Jandira esbanjando felicidade. Nunca vi uma luta individual do Zé. Sempre pelo próximo, pelos seus. Foi vítima de uma tragédia enquanto pedia votos para Lula e Haddad. Vou acompanhar todo o processo investigativo para que esse crime não fique impune”, pontuou.

O deputado estadual eleito, Eduardo Suplicy (PT), lamentou a violência e lembrou que muitas vezes esteve na cidade a convite do Zezinho. “Uma grande tristeza o assassinato do ex-vereador Zezinho. Tenho ótimas lembranças de Zezinho que muitas vezes me convidou para palestras na sua região. É inadmissível tanta violência”, afirmou.

Já o deputado federal eleito, Guilherme Boulos (PSOL), lamentou mais uma crime político ocorrido na cidade. “O companheiro Zezinho do PT, liderança de esquerda em Jandira, foi assassinado. Nossa solidariedade aos familiares e amigos. E que Estado investigue com rapidez e encontre os criminosos. Chega de violência política”, pediu.

 

Receba nossas notícias em seu e-mail