Vôlei Barueri deve se unir ao São Paulo Futebol Clube

Após assumir o time, vôlei de Barueri se destacou - Foto: Barueri/Divulgação

O Vôlei Clube Barueri está perto de finalizar a parceria com o São Paulo Futebol Clube para disputar a Superliga 2019/2020. As conversas entre as agremiações já passam de um mês e as negociações estão avançadas.

Até pouco tempo o único patrocinador era a Hinode, exclusivo. Entretanto, por questões de planejamento, a Hinode diminuiu consideravelmente o patrocínio, o que obrigou o clube a sair no mercado para captar recursos. Uma das negociações em curso é uma parceria com o São Paulo Futebol Clube que investirá recursos financeiros para o pagamento de salário das atletas. Com isso, o time deverá jogar com a camisa do São Paulo, mas também com a publicidade da Hinode e do Barueri na camisa. A real intenção da direção da Hinode é a busca do título nacional da Superliga. Ainda não foi definido se será mantida a cor azul no uniforme ou será mesclado entre azul e branco/vermelho.

Na última temporada, a equipe de José Roberto Guimarães conseguiu chegar às quartas de finais da Superliga, sendo derrotada pelas arquirrivais de Osasco mesmo apresentando melhor campanha. A organização barueriense foi fundada em 1989, como departamento de voleibol. De 2012 a 2013 surgiu a parceria Barueri/Uniítalo. Em 2017, Guimarães assume e conquista a Superliga B.

O secretário de Esportes, Tom Moisés, vê com bons olhos o acordo. "Todas as possibilidades de parcerias são sempre bem-vindas, principalmente quando se trata de unir grandes forças", comenta Moisés.

Veja também: