Logo Giro
Search
Close this search box.
giro

Dengue: escolas de Santana de Parnaíba recebem 32 mil repelentes

Logo Giro
O produto possui 10 horas de proteção efetiva e é eficiente contra o Aedes aegypti (Divulgação/Secom Santana de Parnaíba)

Alunos recebem panfletos informativos e assistem a teatros sobre o risco da dengue. O município registra 907 casos confirmados da doença

Com o objetivo de prevenir e combater a dengue, 32 mil repelentes foram distribuídos em todas as escolas municipais de Santana de Parnaíba. O produto possui 10 horas de proteção efetiva e é eficiente contra o Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya. Além disso, oferece sensação refrescante e calmante, pois possui Aloe Vera e Camomila.

Segundo o Painel de Monitoramento da Dengue, do Governo do Estado de São Paulo, Santana de Parnaíba registrava 907 casos confirmados de dengue até o dia 1º de abril. O município com mais casos é Osasco, com 3.709 pessoas infectadas com a doença e dois óbitos em investigação. Em seguida vem Cotia, com 1.457 casos confirmados e uma morte. Já Cajamar tem 734 casos confirmados de dengue.

+SIGA os canais de notícias do GIRO no WhatsappTelegram e Linkedin

Dengue: teatro e palestras

Diversas ações de conscientização têm sido realizadas nos colégios. Os alunos da rede pública assistem a apresentações de teatro com a demonstração dos riscos da doença e a entrega de folhetos informativos. Além disso, agentes de combate a endemias realizam palestras sobre o assunto nas instituições de ensino.

A Prefeitura tem realizado também ações diárias, como a entrega de panfletos no trânsito em diversos pontos estratégicos da cidade; mutirão da dengue aos sábados; visita a residências por agentes de combate às endemias – são 48 profissionais – durante a semana, além da divulgação de conteúdo informativo nas redes sociais.

 A Secretaria de Saúde também tem adotado o método bloqueio, que consiste em fazer uma vistoria no perímetro da residência do paciente que confirmou positivo. A ação tem o objetivo de verificar se existem moradores com sintomas parecidos e possíveis criadouros do mosquito. É realizada ainda a nebulização (aplicação de veneno) em bairros com um número maior de casos positivos.

Dengue: escolas de Santana de Parnaíba recebem 32 mil repelentes
Casos de dengue seguem em alta no Estado de São Paulo (Divulgação/Secom Santana de Parnaíba)

Transmissão da doença

A dengue é transmitida pela picada da fêmea do mosquito Aedes aegypti e possui quatro sorotipos diferentes, que podem resultar em doenças cujos sintomas são febre, dor de cabeça, dores pelo corpo e náuseas. Em algumas situações, os sintomas não aparecem. Nos quadros mais graves, podem surgir manchas vermelhas na pele, sangramentos no nariz e nas gengivas, dor abdominal intensa e contínua, além de vômitos persistentes.

Segundo o Ministério da Saúde, todas as faixas etárias são igualmente suscetíveis à doença. Porém, as pessoas mais velhas e aquelas com doenças crônicas, como diabetes e hipertensão arterial, têm maior risco de evoluir para casos graves e outras complicações, podendo, inclusive, levar a óbito.

Cuidados para evitar a dengue

Veja as principais recomendações para eliminação de criadouros do Aedes aegypti:

  • Uso de telas nas janelas e repelentes em áreas com foco de transmissão;
  • Evite água parada em pneus, vasos de plantas e garrafas; 
  • Tape os tonéis de água e mantenha as lixeiras bem tampadas;
  • Vede reservatórios e caixas de água;
  • Desobstrua calhas, lajes e ralos; 
  • Participe da fiscalização das ações de prevenção e controle da dengue executadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Vacina em mais cidades

O Ministério da Saúde incluiu a capital paulista e mais 49 municípios do Estado de SP na última lista de locais que receberão doses da vacina contra a doença. Crianças e adolescentes de 10 a 14 anos de idade serão imunizadas. O envio deve ocorrer ainda em abril. As cidades da Região Metropolitana Oeste da Grande São Paulo ainda não foram incluídas na lista de cidades que receberão o imunizante.

Neste primeiro momento, a vacina, conhecida como Qdenga, é destinada a regiões com maior incidência e transmissão do vírus e aplicada em pessoas dessa faixa etária, pois se trata do grupo com maior número de hospitalizações por dengue. O Brasil é o primeiro País do mundo a oferecer o imunizante no sistema público universal.

Dengue: escolas de Santana de Parnaíba recebem 32 mil repelentes
Municípios da região ainda não foram incluídos na lista daqueles que receberão a vacina (José Cruz/Agência Brasil/Arquivo)

Jornalismo regional de qualidade
Há mais de 16 anos, o GIRO noticia os acontecimentos mais importantes nos 12 municípios que compõem o consórcio *Cioeste. Essas cidades estão localizadas na Região Metropolitana da Grande São Paulo e possuem uma população que ultrapassa os 2,5 milhões de habitantes.    

Siga o perfil do jornal no Instagram e acompanhe outros conteúdos.

*Cioeste: Araçariguama, Barueri, Cajamar, Carapicuíba, Cotia, Itapevi, Jandira, Osasco, Pirapora do Bom Jesus, Santana de Parnaíba, São Roque e Vargem Grande Paulista.

Receba nossas notícias em seu e-mail

Cookie policy
We use our own and third party cookies to allow us to understand how the site is used and to support our marketing campaigns.

Headline

Never Miss A Story

Get our Weekly recap with the latest news, articles and resources.