Logo Giro
Search
Close this search box.
giro

Dengue: Barueri e Carapicuíba realizam ações de combate à doença

Em Barueri, o Comitê da Dengue programou mais um mutirão (Lourivaldo Fio/Secom Barueri)

Prefeitura Barueri aponta que as ações preventivas contra a dengue são importantes, pois 80% dos criadouros dos mosquitos estão nas casas

Doenças transmitidas por vírus, fungos e parasitas, como a dengue, costumam ser mais frequentes no período de chuvas. Para combater a proliferação de casos da patologia, as administrações municipais de Barueri e Carapicuíba estão promovendo diversas ações combativas.

Segundo o painel de monitoramento do governo estadual, Barueri tem 70 casos confirmados da doença e 637 em investigação. Já Carapicuíba, contabilizou 68 infecções da doença e outros 892 em seguem em apuração.  

Para a administração municipal de Barueri, os trabalhos preventivos são importantes, pois 80% dos criadouros dos mosquitos comprovadamente estão nas residências.

Na última terça-feira (5), o governo do estado de São Paulo, meio da Secretaria de Estado da Saúde, anunciou o decreto de emergência em saúde pública para a dengue. A medida se deu após o Centro de Operações de Emergências (COE) recomendar a medida, uma vez que o Estado atingiu 300 casos confirmados da doença por 100 mil habitantes na segunda-feira (4).

Combate à dengue em Barueri

Neste sábado (9), o Comitê da Dengue irá realizar mais um mutirão, que percorrerá todas as ruas do Parque Imperial, principais e adjacentes. Os trabalhos terão como foco as vias entorno do terminal de ônibus Gumercindo Modesto de Farias, a partir das 8h.

Os moradores da localidade, que tem como referência as ruas Padre Cicero R. Batista, Duarte da Costa, Martin A. de Souza, Henrique Dias, José H. Santos, Levi Gonçalves Oliveira, Brás Cubas e Cicero Moura Tavares, devem colocar os materiais a serem descartados (entulhos e materiais inservíveis) em frente de suas casas no dia anterior. 

De acordo com a Prefeitura de Barueri, bairro foi dividido em quatro setores e as equipes passarão no seu respectivo setor executando serviços de limpeza urbana, como a coleta de entulhos da construção civil, que contará com o apoio de oito caminhões basculantes, quatro retroescavadeiras e 12 funcionários.

Ações terão foco nas vias próximas do terminal Gumercindo Modesto (Lourivaldo Fio/Secom Barueri)

Junto a isso, os profissionais realizarão a remoção de cacarecos, com quatro caminhões do tipo carroceria e oito ajudantes; e remoção de bigbags, amparadas por seis veículos, caminhão tipo Munck e seis ajudantes.

Além disso, com o intuito de agilizar os serviços de descarga dos caminhões, serão instaladas em local apropriado dois contêineres de 40 metros cúbicos para receber todos os materiais recolhidos nas vias públicas, que posteriormente serão encaminhados para um destino ambientalmente adequado.

“Esse mutirão visa eliminar possíveis criadouros do Aedes Aegypti, causador da dengue e de outras arboviroses, como zika, chikungunya e febre-amarela. Para divulgar a ação, no dia 06 de março foram instaladas faixas no Parque Imperial convocando a população a colaborar com a Prefeitura na coleta de todos os materiais e resíduos que possam acumular água e se tornar foco do mosquito. Na data, agentes de controle e prevenção às endemias visitarão as casas, orientando os moradores das 9h às 11h30 e das 13h às 15h30”, ressaltou a administração municipal barueriense.

Leia Mais: Concursos públicos: Barueri e Santana de Parnaíba reúnem 25 vagas

As próximas ações ocorrerão sempre aos sábados em cada bairro: o 2º mutirão de limpeza acontecerá no Jardim Silveira dia 16, o 3º no Parque dos Camargos dia 23 e o 4º no Parque Viana dia 30 de março.

Ações contra a dengue em Carapicuíba

Dengue: Barueri e Carapicuíba realizam ações de combate à doença
Município segue utilizando drones para identificar focos de dengue (Divulgação/Prefeitura de Carapicuíba)

Já em Carapicuíba, a Secretaria Municipal da Saúde segue utilizando drones para sobrevoar as áreas e identificar possíveis caixas d ‘água sem tampa e pontos de água parada que possam virar criadouros do mosquito.

Ao mesmo tempo, a cidade mantém a Patrulha da Dengue, por meio da Vigilância em Zoonoses. Os agentes de saúde realizaram vistoria para verificar se não havia água parada em recipientes nas casas.

Para solicitar um atendimento, é necessário entrar em contato através do número: (11) 41643866. Há a entrega de panfletos informativos sobre como combater o mosquito Aedes aegypti, sendo o transmissor da dengue, zika e Chikungunya.

Leia Mais: Dia da Mulher: Carapicuíba promove ações no Parque Planalto

A administração municipal carapicuibana divulgou também divulgou, em suas redes sociais, uma tabela os sintomas da doença e suas diferenças com outras patologias, como a gripe.

 “Ao menor sinal, procure o Pronto Socorro mais próximo. Lembre-se de verificar o quintal e não deixar água parada, além de higienizar bem as mãos. Cuide-se! ”, salientou a Prefeitura.

Dengue: Barueri e Carapicuíba realizam ações de combate à doença
(Divulgação/Prefeitura de Carapicuíba)


Jornalismo regional de qualidade

Há mais de 15 anos, o GIRO noticia os acontecimentos mais importantes nos 12 municípios que compõem o consórcio *Cioeste. Essas cidades estão localizadas na Região Metropolitana da Grande São Paulo e possuem uma população que ultrapassa os 2,5 milhões de habitantes.    

Siga o perfil do jornal no Instagram e acompanhe outros conteúdos.

*Cioeste: Araçariguama, Barueri, Cajamar, Carapicuíba, Cotia, Itapevi, Jandira, Osasco, Pirapora do Bom Jesus, Santana de Parnaíba, São Roque e Vargem Grande Paulista.

Receba nossas notícias em seu e-mail