Destaque 

Por enquanto, só os servidores de Parnaíba têm reajuste definido

Por enquanto, só os servidores de Parnaíba têm reajuste definido
Servidor } Crise nas contas indica que aumento neste ano está comprometido

A crise nas contas públicas já indica que o reajuste salarial para os servidores municipais neste ano será prejudicado. Até o momento, somente o prefeito de Santana de Parnaíba, Elvis Cezar, definiu o aumento para os funcionários. Na terça-feira (20), o projeto de lei sobre o assunto foi votado e aprovado na Câmara Municipal a alta de 5%.


De acordo com o prefeito, a medida só foi possível com austeridade. "Cortando desperdício, reduzindo frota de carros, horas extras, com muita gestão. Foi o máximo que podemos fazer. Diante do cenário, esses 5% valem 10%", falou. O aumento foi maior do que o índice da inflação. Segundo o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), o percentual acumulado nos últimos 12 meses ficou em 4,57%.


Os funcionários de Cotia não terão o benefício concedido neste ano, afirmou o prefeito de Cotia, Rogério Franco. "Este ano não [teremos reajuste], tivemos queda de receita comparado ao período do ano passado e optamos por não ter reajuste este ano para sentir a economia e os municípios voltarem a ter o patamar de crescimento", explicou.


A Prefeitura de Itapevi informou que irá contratar empresa especializada para realizar Estudo de Reforma Administrativa. "O objetivo é corrigir injustiças constatadas na gestão municipal. Após isso, será possível informar como serão feitos os reajustes salariais". A administração de Osasco "está em negociação e posteriormente será divulgada a informação". A Prefeitura de Barueri não retornou até o fechamento da edição.