Após enchentes, prefeito decreta ‘Calamidade Pública’ em Osasco

Desde a última segunda-feira, 20, a cidade de Osasco está sob estado de Calamidade Pública, em decorrência das fortes chuvas que atingiram os bairros do Rochdale, Jardim Marieta e Jardim Santa Rita, na noite do último sábado. É o que diz o decreto do prefeito Rogério divulgado na imprensa oficial nesta semana.

De acordo com a medida, os temporais resultaram em danos humanos, materiais, ambientais

e prejuízos econômicos e sociais, determinantes para que a prefeitura tomasse a decisão jurídica, para dispensar de licitação os contratos de aquisição de bens necessários às atividades de resposta à enchente.

Cerca de mil famílias sofreram perdas materiais com a fúria das águas que invadiram casas e estabelecimentos comerciais na região.

O decreto deve permanecer em vigor por um prazo de 90 (noventa) dias, permitindo-se uma prorrogação por igual período, se comprovada a necessidade.

Segundo a prefeitura, estão sendo realizados serviços de limpeza do Braço Morto do Rio Tietê e de córregos próximos à área atingida pelas enchentes. Além disso, o Fundo Social de Solidariedade está recebendo doações de alimentos, móveis, colchões e roupas que serão encaminhadas as famílias vítimas da chuva.​

Veja também: