Destaque 

Osasco amplia o monitoramento com câmeras ligadas ao Detecta

Avenida Fuad Auada, um dos 305 pontos onde as câmeras foram instaladas - Foto: Edivaldo Santana/Giro S/A

Câmeras de monitoramento e não radares. Essa é a resposta da Prefeitura de Osasco em relação aos novos equipamentos instalados em ruas e avenidas nas últimas semanas.

Com a presença dos novos aparelhos passaram a circular nas redes sociais informações de novos radares. Porém, por meio de um vídeo, o prefeito Rogério Lins (Pode) esclarece que a administração não está ampliando a fiscalização de trânsito, mas sim, expandindo o monitoramento de segurança. "Não estamos instalando mais radares. Estamos investindo em monitoramento eletrônico", afirma.
Segundo a administração, com os novos equipamentos, o Centro de Operações Integradas (COI) passa a monitorar 305 pontos. As câmeras foram instaladas em locais estratégicos levando em consideração os índices criminais, e também as entradas e saídas da cidade. Os equipamentos são interligados aos aplicativos Detecta e Vigia Osasco, que permitirão que as polícias Civil e Militar e a Guarda Civil Municipal sejam informadas sobre ocorrências. Além disso, os aplicativos farão a leitura das placas de veículos, facilitando a localização de veículos roubados ou furtados. Os equipamentos, também podem ser utilizados para operar os semáforos em caso de acidentes. As imagens captadas ficam arquivadas por 30 dias. O novo COI será inaugurado na sexta-feira, 19, às 17h. 


Na Região
Em Barueri existem, atualmente, 380 câmeras de monitoramento instaladas e funcionando. Delas, 19 possuem o sistema Detecta. A previsão é de que sejam instaladas 173 novas câmeras, distribuídas em 16 bairros. Os equipamentos que fazem divisa com outras cidades devem receber o Detecta. Não há planos de instalação de radares em Barueri.

Veja também: