Grandes obras antienchentes estão paradas em Osasco

Alagamento na avenida Pres. Médici - Foto: Rede Social

O Tribunal de Contas do Estado apontou que importantes obras de combate a enchentes em Osasco, Rochdale e Santa Rita/Baronesa, a canalização do Córrego Rico, Helena Maria/Aliança estão paralisadas conforme estudo realizado pelo órgão. O montante de recursos públicos envolvidos entre o Município, Estado e União é de R$ 179.547.511,68, maior volume são repasses do Governo Federal.

Segundo o TCE, o propósito do levantamento é uma interlocução com representantes dos órgãos envolvidos: Tribunal de Justiça, Tribunal Regional Federal, Ministério Público e Procuradoria do Estado e Prefeitura. A finalidade é buscar solução de pendências e remover entraves que determinaram suspensão dos empreendimentos.

Em nota, a Prefeitura diz que "iniciada em 2014, a obra sempre sofreu atrasos em virtude da demora no repasse de recursos do PAC. A previsão da administração é que o pacote de obras seja concluído em até 40 meses, desde que haja regularidade dos repasses do governo federal". Procurado, o Ministério da Economia não respondeu aos questionamentos da reportagem.

Veja também: