Destaque 

Espaços de Barueri podem ser 'adotados'

Foto: Edivaldo Santana/GIRO S/A

Mais uma cidade conta com uma lei que estimula adoção de praças pela iniciativa privada, ou seja, sem custo ao poder público. De autoria do vereador Allan Miranda (PSDB), de Barueri, a lei 2.564 institui o programa Adote Praças ou Outras Áreas Públicas, com o objetivo de conservar e embelezar espaços. "A iniciativa privada realiza a manutenção da área e em contrapartida divulga sua marca de acordo com a regulamentação da lei", explica Miranda, que enxerga a pista de cooper que margeia o rio Tietê, na Rua da Prata, com potencial para a sua aplicação. Essa lei já foi implementada em 2008. "Adicionei benefícios e ela foi regulamentada. A anterior só contemplava praças", explica o parlamentar.

Basta o interessado ir até a secretaria de Serviços Municipais e preencher um requerimento. A lei vale também para pessoa física, como famílias.

Na região, Cotia possuía lei 1890/2015 institui o programa Adote uma Praça Pública, permitindo que a iniciativa privada possa adotar praças, de esportes e áreas verdes. A lei veda a participação de empresas ligadas ao cigarro e a bebidas alcoólicas. O Colégio Talento adotou o Parque Linear 'Eduardo Martins Dantas', no bairro Jardim Dinorah, em 2017.

Santana de Parnaíba e Osasco também contam com esse tipo de lei no município.