Cidades investem em novos abrigos

Serviço de Acolhimento no Centro de Osasco - Divulgação

Entre fevereiro e março, Osasco prevê inaugurar o Serviço de Acolhimento Institucional para Adultos e Famílias no Rochdale, com canil. Serão 100 vagas, brinquedoteca e estacionamento de carroças. Outras duas unidades já atendem, juntas, média de 226 pessoas por mês.

Em construção, a casa de passagem de Barueri terá canil, 11 dormitórios, água de reuso, energia solar, etc. Deve ser inaugurada no 2º semestre.

Cotia tem o Centro de Referência, que acolhe com opção de permanecer na Casa Refúgio (até pernoitar). Com atividades e tratamento de dependência química, oferece 20 vagas.

Já Parnaíba não possui esse tipo de instalação, devido à baixa demanda. "Acolhemos, cuidamos e levamos para a casa de parentes, inclusive em outros estados", diz Fabio Mendonça, secretário de Assistência Social.