Apóstolo Valdomiro Santiago, morador de Alphaville, recebe ordem de despejo de seu templo

Localizado em Osasco, espaço locado pelo líder da Igreja Mundial do Poder de Deus acumula dívida de R$ 57 mil. Igreja tem 15 dias para deixar imóvel
Organização religiosa foi fundada em 1998, pelo apóstolo, que reside em condomínio de luxo em Alphaville (Divulgação/Eduardo Pinto/Igreja Mundial)

A Justiça paulista determinou o despejo de dois templos da Igreja Mundial do Poder de Deus, devido à dividas no pagamento de aluguéis. Os espaços religiosos ficam nas cidades de Osasco e Guarulhos. As decisões de desocupação dos imóveis foram tomadas por meio de processos, que já estavam em andamento, por diferentes locatários. As informações foram divulgadas no último dia 4, pelo jornalista Rogério Gentile, no portal notícias "UOL".

A organização religiosa foi fundada em 1998 pelo apóstolo e morador de um condomínio de luxo em Santana de Parnaíba. Depois de um período de ascensão, a instituição começou a enfrentar uma grave crise financeira, agravada pela pandemia de covid-19. Atualmente, a organização possui várias ações de cobrança em curso.

Segundo Rogério Gentile, a decisão de despejo do imóvel em Osasco partiu de processo movido por um empresário. De acordo com o proprietário, desde março de 2021 não houve mais pagamento da locação. A dívida seria de cerca de R$ 57 mil e inclui também multas e juros. No entanto, a Igreja discordou do cálculo dos valores cobrados e argumentou, por meio de documentos encaminhados à Justiça, que possui o direito de desocupar o imóvel em um ano.

Contudo, a 3ª Vara Cível de Osasco determinou o despejo e estabeleceu prazo de 15 dias para que a Mundial desocupe o imóvel. Além disso, na medida, não houve autorização expressa para o uso de força policial.

Dívida com aposentado
Já o espaço de Guarulhos, resulta de uma ação movida por um aposentado que cobra uma dívida de R$ 20.365 pelo aluguel de um espaço utilizado pela Igreja Mundial. "O locador é pessoa física e humilde, um senhor de idade que depende de sua modesta aposentadoria e do dinheiro do aluguel para sobreviver. A falta do pagamento dos aluguéis há mais de um ano e três meses está causando graves prejuízos a sua subsistência", afirmou a defesa no processo.

Ainda segundo Rogério Gentile, a organização religiosa se defendeu questionando o cálculo do débito. A entidade afirmou que os valores foram adicionados indevidamente, pois não foi descontado o montante pago na titulo de caução. Além disso, a comunidade liderada por Valdemiro Santiago ressaltou que possui o direito garantido pela lei de desocupar o imóvel em apenas um ano.

A 6ª Vara Cível de Guarulhos condenou a Igreja Mundial a realizar o pagamento da dívida e descontar o valor do caução. Também foi determinado o prazo de 15 dias para que o espaço seja desocupado. Caso isso não aconteça, foi autorizado o uso da força policial para que a ordem de despejo seja cumprida.

A Igreja Mundial do Poder de Deus ainda pode recorrer de ambas decisões.

Notável morador de Alphaville
Valdemiro Santiago vive codm a família em condomínio de luxo no bairro Alphaville, Santana de Parnaíba. Segundo a revista "Veja", o líder religioso adquiriu o imóvel, na época,  por R$ 900 mil. Em março do mesmo ano, a construção causou a destruição de uma residência vizinha. 

Em abril de 2022, a Justiça paulista concluiu que o incidente destruiu o muro, a churrasqueira e uma edícula do imóvel vizinho à residência do religioso. O laudo foi assinado por Walmir Pereira Modotti e no texto consta a existência de um processo movido pelo vizinho do apóstolo, que cobra indenização por danos materiais e morais de cerca de R$ 817 mil pelo acidente.

"O perito apenas consignou no laudo aquilo que bem quis, sem se aprofundar no que realmente aconteceu", afirmou Valdemiro, em sua defesa enviada à Justiça. O líder da Igreja Mundial afirmou que a culpa pelo incidente foi do próprio vizinho, que também teria feito uma reforma ilegal em instalações irregulares na divisa dos imóveis.



Veja mais notícias sobre Metrópole.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Domingo, 22 Mai 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://girosa.com.br/