Destaque 

Após alagamentos e caos, prefeituras intensificam ações

Após alagamentos e caos, prefeituras intensificam ações
Itapevi } Prefeito Igor Soares visitou principais pontos de alagamento na quarta-feira (18)

De acordo com o Climatempo, na próxima semana as chuvas devem prosseguir na região, com possibilidade de 60%. A notícia é ruim para as cidades afetadas pelos temporais que causaram estragos nos últimos dias. As prefeituras afirmaram que estão realizando limpeza de córregos e das vias, além de monitorar áreas de risco.


Em Itapevi, na quarta-feira (18), houve alagamentos em vários bairros, entre eles, Centro, Vila dos Mineiros, Jardim São Carlos, Jardim Dona Elvira, Vitápolis e Jardim Rosemeire. A cidade contabilizou 52 ocorrências desde o início do ano.


O histórico do município levou o prefeito Igor Soares a decretar situação de emergência, a medida tem prazo de 90 dias e permitirá que o município utilize crédito extraordinário no valor de R$ 1 milhão para custear gastos relacionados às enchentes. Itapevi possui 59 áreas de risco mapeadas pelo Instituto de Pesquisas tecnológicas (IPT), em 2009.


A Prefeitura de Cotia, com 20 áreas de risco também identificadas, em 2006, montou força-tarefa para monitorar áreas sujeitas a alagamentos e deslizamentos.


Na quarta-feira (18), um grupo formado por agentes das secretarias de Obras, Habitação, Desenvolvimento Social e Defesa Civil esteve no bairro Panorama, onde houve transbordamento de córrego afluente do Rio Cotia.


De acordo com a Defesa Civil de Barueri, houve alagamentos no Tamboré e na área central.


Osasco, que tem 61 áreas de risco, também levantadas pelo IPT, em 2006, registrou enchentes nos bairros, mas a prefeitura não detalhou as ações realizadas.


Água

Na quarta-feira (18), o prefeito de Cotia, Rogério Franco, se reuniu com representantes da Sabesp para tratar sobre a redução do consumo de água nos prédios públicos e adesão do município ao Programa de Uso Racional da Água (Pura). A ideia, segundo o prefeito, é buscar soluções para otimizar o uso dos recursos naturais em Cotia, dando início às ações de conscientização dentro dos setores públicos.


Biometria

O Prefeito de Osasco, Rogério Lins, criou comissão de estudos e implementação do ponto biométrico para funcionários da prefeitura. Uma proposta deve ser apresentada pela comissão em até 60 dias. A medida foi publicada no último dia 10.


Entulho

A Prefeitura de Santana de Parnaíba sancionou, neste mês, lei que institui o Programa de Reciclagem de Entulhos da Construção Civil e Demolição. O objetivo é celebrar convênios com empresas, órgãos e entidades, concedendo benefício de isenção a título fiscal. Em contrapartida, os parceiros deverão priorizar o aproveitamento dos materiais e de mão de obra local.