Logo Giro

Notícias

Search
Close this search box.
giro

Após tumulto, deputados estaduais aprovam privatização da Sabesp

Logo Giro
Deputados estaduais Emidio de Souza, Gerson Pessoa, Rogério Santos e Bruna Furlan se posicionaram sobre a privatização da Sabesp (Divulgação/Alesp)

Sessão para votar privatização da Sabesp foi marcada por confusão entre manifestantes e a PM. Saiba como votou deputados da região oeste

Após uma sessão marcada por muita confusão e interrupções, os deputados estaduais aprovaram, na noite desta quarta-feira (6), com 62 votos, o projeto de lei que permite a privatização da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo). A proposta, de autoria do governador Tarcísio de Freitas (Republicanos), recebeu apenas um voto contrário, já que a oposição não retornou ao plenário no momento da votação.

Por meio do Projeto de Lei 1.501/2023, o governo de São Paulo buscava a autorização dos deputados estaduais para negociar a participação acionária do Estado de São Paulo na companhia e, assim, transferir o controle operacional da empresa à iniciativa privada.

LEIA TAMBÉM: Sabesp: Feirão para negociar dívidas vai até 13 de janeiro

Atualmente, o Estado detém 50,3% do capital da empresa. A principal justificativa para a privatização da Sabesp é a ampliação do acesso ao saneamento básico para a população paulista com maior participação de investimentos privados na companhia.

Após tumulto, deputados estaduais aprovam privatização da Sabesp
Projeto que permite a privatização da Sabesp recebeu 62 votos favoráveis (Divulgação/Alesp)

Sabesp: Voto dos deputados do Cioeste

A Sabesp é a responsável pelo abastecimento de água e coleta e tratamento de esgoto nas 12 cidades que compõem um consórcio de municípios da Região Oeste da Grande São Paulo, que hoje são representadas na Assembleia Legislativa de São Paulo por quatro deputados estaduais: Bruna Furlan (PSDB), Emidio de Souza (PT), Gerson Pessoa (Podemos) e Rogério Santos (MDB).

Três desses parlamentares: Bruna Furlan, Gerson Pessoa e Rogério Santos votaram favoráveis ao projeto que permitirá a privatização da Sabesp. Já o deputado Emidio de Souza, que faz oposição ao governo de Tarcísio de Freitas, optou por não retornar ao plenário no momento da votação.

“Infelizmente, acaba de ser aprovado o projeto de lei do Tarcísio que permite a privatização da Sabesp. Como todos sabem houve uma confusão na Assembleia, a polícia jogou gás pimenta e o plenário ficou com um ar que não dava para respirar. Nós pedimos o adiamento da votação devido a confusão, mas era um jogo de cartas marcadas. Então, em respeito as deputados mais velhos e a uma parlamentar que está grávida, nós optamos por não voltar. Perdermos a votação, mas não vamos desistir da luta contra a privatização da Sabesp”, explicou Emidio de Souza.

Debate sobre a privatização da Sabesp

A discussão do projeto para a privatização da Sabesp começou no inicio desta semana e deixou o ânimo na Assembleia Legislativa acirrado entre os parlamentares. Entre os deputados que representam a região, Emidio de Souza chegou a utilizar a tribuna da Alesp para desafiar o deputado Gerson Pessoa (Podemos) para um debate sobre o tema.

Após tumulto, deputados estaduais aprovam privatização da Sabesp
Gerson Pessoa foi desafiado por Emidio de Souza para um debate sobre o tema (Divulgação/Assessoria de Imprensa e Alesp)

“Eu queria debater, por exemplo, com o deputado Gerson Pessoa que é da minha cidade e saber quais são os argumentos que ele tem para apoiar a privatização da Sabesp. Queria debater com aqueles que perceberam o que houve com o Estado de São Paulo com as demais privatizações e que agora emprestam novamente seu apoio a está privatização”, disparou.

Sabesp: sessão marcada por confusão

A sessão para discussão do projeto de privatização da Sabesp foi marcada por confusão entre manifestantes e a Polícia Militar. O tumulto começou após manifestantes que acompanhavam a discussão da proposta na galeria se exaltarem e tentarem derrubar o vidro que separa a galeria do plenário, onde ficam os deputados. 

A PM inicialmente interveio fazendo um cordão de isolamento no vidro, mas depois usou cassetetes e gás de pimenta para conter os manifestantes. Homens da tropa de choque foram ao plenário para reforçar o efetivo.

Houve correria generalizada. Manifestantes, servidores, jornalistas e deputados tossindo muito, inclusive parlamentares de mais idade. O presidente da Alesp, André do Prado (PL), pediu que a PM retirasse os manifestantes da galeria. A sessão ficou interrompida por mais de uma hora.

Após tumulto, deputados estaduais aprovam privatização da Sabesp
Manifestantes contrários à privatização lotaram a galeria do plenário da Alesp (Divulgação/Alesp)

Quem é a Sabesp

A Sabesp é uma empresa de economia mista, ou seja, o controle é do estado, que tem 50,3% do seu capital social, mas outra parte é negociada em ações nas Bolsas de Valores de São Paulo e Nova York. Sua oferta inicial pública de ações (IPO, na sigla em inglês) foi feita em 2002.

Ela é considerada uma das maiores companhias de saneamento do mundo e atende 375 municípios paulistas, onde vivem 28,4 milhões de pessoas. É composta por mais de 12 mil funcionários e tem valor de mercado estimado em R$ 39 bilhões. No ano passado, anunciou lucro de R$ 3,12 bilhões, 35% superior aos R$ 2,3 bilhões de 2021.

Jornalismo regional de qualidade
Há mais de 16 anos, o GIRO noticia os acontecimentos mais importantes nos 12 municípios que compõem o consórcio *Cioeste. Essas cidades estão localizadas na Região Metropolitana da Grande São Paulo e possuem uma população que ultrapassa os 2,5 milhões de habitantes.    

Siga o perfil do jornal no Instagram e acompanhe outros conteúdos.

*Cioeste: Araçariguama, Barueri, Cajamar, Carapicuíba, Cotia, Itapevi, Jandira, Osasco, Pirapora do Bom Jesus, Santana de Parnaíba, São Roque e Vargem Grande Paulista.

Receba nossas notícias em seu e-mail

Cookie policy
We use our own and third party cookies to allow us to understand how the site is used and to support our marketing campaigns.

Headline

Never Miss A Story

Get our Weekly recap with the latest news, articles and resources.